Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Desporto

29 Novembro de 2014 | 14h04 - Actualizado em 29 Novembro de 2014 | 14h04

Futebol: Técnico da Académica do Lobito espera alcançar 32 pontos no Girabola 2015

Benguela - O técnico da Académica do Lobito, o turco-alemão Ekrem Asma, afirmou que espera alcançar 32 pontos na tabela classificativa do Girabola 2015, para manter a equipa na primeira divisão do futebol nacional, visto ser este o objectivo estipulado para a próxima época.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Técnico da Académica do Lobito

Foto: Carlos Morony

Em entrevista à Angop sobre o estado de preparação da agremiação para a época 2015, o treinador disse que é meta ultrapassar a barreira dos 30 pontos no próximo campeonato nacional e, deste modo, colocar a equipa numa zona de segurança.  

O técnico, que a Académica do Lobito desde Janeiro deste ano, apontou 32 pontos como o ideal para atingir a zona de conforto estipulada pela direcção e afastar o risco de despromoção.  

O treinador, que esta época conduziu a equipa da Académica ao principal escalão do futebol nacional, disse estar esperançado em iniciar uma nova era no emblema lobitanga, que nos últimos anos tem estado no sob-e-desce de divisão, situação que pretende ver ultrapassada.  

“Em 2015, eu não vou trabalhar para descer e a direcção do clube está a investir na contratação de jogadores de qualidade”, referiu, acrescentando que a prioridade recai para atletas que demonstrem qualidade técnica, disciplina e empenho face ao trabalho.  

Neste contexto, Ekrem Asma aponta o 9º e 10º ou 11º postos da tabela de classificação como o patamar modesto pelo qual a equipa irá lutar arduamente durante o campeonato, na próxima temporada.  

O timoneiro descartou para já quaisquer hipóteses de alcançar o 6º ou 7º lugar no primeiro ano, depois da subida de divisão, isto porque o Girabola tem outras formações competitivas como o Petro de Luanda, 1º de Agosto, Libolo, Kabuscorp, Sagrada Esperança e Bravos do Maquis. 

Visivelmente expectante por vir a disputar o Girabola em 2015, o entrevistado alerta para a importância de se manter a motivação, mas sempre aliada à inteligência para levar a equipa aos objectivos.

No entanto, argumentou que a Académica do Lobito dispõe de uma grande escola e o facto de os juniores, juvenis e iniciados se terem sagrado campeões provinciais em Benguela, esta época, é prova inquestionável dos frutos alcançados com a aposta na formação.

Leia também