Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Desporto

23 Março de 2015 | 00h30 - Actualizado em 23 Março de 2015 | 00h33

Girabola2015: Sporting de Cabinda impõe 6º empate consecutivo ao Caála

Huambo - O Sporting de Cabinda impôs esta tarde o 6º empate consecutivo ao Recreativo da Caála, em casa do adversário, agravando ainda mais o clima de tensão entre equipa técnica, direcção e massa associativa, por causa da onda de empates e das más exibições.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Os donos de casa, que tinham a obrigação de vencer, ante um adversário modesto, voltaram a demonstrar em campo pouca atitude, falta de clareza nas acções ofensivas e pouca ligação entre os sectores, sobretudo quando os visitantes estivessem na posse da bola.

Debaixo de forte contestação dos adeptos, o Recreativo da Caála até entrou melhor, tendo se adiantado no marcador, logo aos 5', por intermédio de Love, depois de um cruzamento feito por Gildo, do lado esquerdo do ataque da equipa.

Esperava-se, depois do golo, que o conjunto detivesse o controlo da partida e dominasse o adversário, mas tal não aconteceu, uma vez que foram os visitantes que se mostraram mais audazes no ataque e compactos nas acções defensivas.

Todavia, assistiu-se até ao minuto 40 a uma partida equilibrada, com as duas equipas embaladas ao ataque, mas a criarem poucas situações de golo eminente.

Aos 42'Nani descobriu Jiresse na área e cruzou de belo efeito, tendo o seu companheiro cabeceado para o fundo da baliza contrária, restabelecendo a igualdade, resultado com o qual ambas equipas saíram para o intervalo.

Inconformado com o desempenho da equipa nos 45'iniciais, o técnico do Caála fez entrar, no reatamento do jogo, Vóvo e Fábio, para os lugares de Osório e de Gildo, mas ambos não conseguiram retirar a equipa da letargia.

Os primeiros 20 minutos da etapa complementar foram marcados por um certo equilíbrio, mas com ligeiro ascendente da formação "leonina", aproveitando-se das facilidades do lado esquerdo da defesa adversária e dos constantes passes errados na saída do meio campo.

Aos 59'Jiresse desperdiçou, por falta de destreza e génio, uma clara oportunidade de colocar a sua equipa na frente do marcador. O avançado do Sporting, depois de passar por um defesa do Caála, colocou-se em posição frontal do guarda-redes, mas deixou-se desarmar no momento de rematar.

Os "caalenses", que até então pareciam adormecidos, reapareceram no jogo depois do minuto 70', quando os visitantes recuaram no terreno, numa clara intenção de defenderem a todo o custo o empate.

Com um futebol de ataque direito, aproveitando o facto do adversário se ter remetido ao seu meio campo, os donos de casa passaram a chegar mais vezes com perigo junto da baliza "leonina".

Em duas ocasiões, aos 72'e 88', o Caála por pouco chegaria ao golo da vitória, por intermédio de Fufuco e Fábio, não fossem as boas defesas arrojadas do guarda-redes Manucho.

Leia também