Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Desporto

10 Agosto de 2016 | 18h24 - Actualizado em 10 Agosto de 2016 | 18h24

Desporto adaptado: Apresentado livro sobre José Sayovo

Luanda - Uma obra biográfica sobre a vida do velocista paralímpico José Armando Sayovo, intitulada "O Céu Pode Esperar foi apresentada nesta quarta-feira em conferência de imprensa, num hotel de Luanda.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Biografia "O Céu Pode Esperar"

Foto: Henri Celso

Do Abílio da Conceição,

A obra, de autoria de Abílio da Conceição, retrata a vida do recordista mundial e paralímpico desde a infância ao cumprimento do serviço militar, culminando com a sua cegueira.

Segue à fase da recuperação física, mental e a reinserção na sociedade, sendo nesta última fase em que, por via do Comité Paralímpico Angolano (CPA), se iniciou no desporto.

O livro demonstra inicialmente a história de um homem desiludido e sem como dar rumo à vida com base na nova situação (cegueira), mas depois a salvação por via do desporto para deficientes.

Sayovo assume na obra ter sido levado para o atletismo por António Manuel da Luz (secretário-geral do CPA) e por José Manuel (coordenador técnico e seleccionador nacional), numa altura que pensava ser impossível correr sem poder ver.

José Sayovo nasceu a 3 de Março de 1973, na aldeia Cambuengue, Município da Catabola (província do Bié). Ingressou no serviço militar a 20 de Agosto de 1988 aos 15 anos de idade. Uma década depois, a 25 de Agosto de 1998 é vítima de mina. O desporto surge em 1999 e mudou tudo, ou seja, tornou-se no atleta paralímpico de maior referência nacional, africana e global com subidas inéditas ao pódio dos Jogos Paralímpicos.

O prefácio da obra de 111 páginas é assinado pelo presidente de direcção do Comité Paralímpico Angolano, Leonel da Rocha Pinto.

O líder federativo escreve: “O Sayovo é o rosto visível do trabalho do Comité Paralímpico Angolano. Ele é um cidadão que demonstrou ao país que a deficiência não inibe ninguém de dar a sua contribuição para o desporto. É um símbolo da reintegração do deficiente na sociedade angolana”.

Assuntos Desporto Adaptado  

Leia também
  • 08/11/2018 07:12:43

    Futebol adaptada: Diplomacia desportiva eleva nome do país - ministra

    Luanda - A ministra da Juventude e Desportos, Ana Paula do Sacramento Neto, mostrou-se hoje (quinta-feira), em Luanda, regozijada pela elevação do nome do país, por via da conquista pela selecção nacional do mundial de futebol de muletas.

  • 08/11/2018 06:16:04

    Futebol adaptado: Campeões do Mundo já em Luanda

    Luanda - A selecção de Angola de futebol com muletas já se encontra em Luanda, depois da conquista do campeonato do mundo, na passada segunda-feira, no México.

  • 05/11/2018 19:24:51

    Futebol com muletas: MPLA felicita selecção pela conquista do Mundial

    Luanda - O Bureau Político do MPLA felicitou hoje a selecção nacional, pela conquista do mundial de futebol adaptado, decorrido no México, tendo considerado que esta vitória é resultado da aplicação prática das políticas do Executivo, de fomento do desporto adaptado, assegurando os meios compatíveis à sua inserção efectiva e competitiva, no universo do desporto nacional e internacional.

  • 05/11/2018 19:21:32

    Atletas adaptados têm surpreendido com sua força de superação - Ministra

    Luanda - Os atletas adaptados têm surpreendido com a sua força de superação e determinação de vitória, como foi a conquista do mundial de futebol com muletas, na madrugada desta segunda-feira, no México, considerou hoje, em Luanda, a ministra da Juventude e Desportos, Ana Paula do Sacramento Neto.