Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Desporto

08 Março de 2017 | 17h14 - Actualizado em 09 Março de 2017 | 11h14

Futebol: Perfil do técnico Beto Bianchi dá motivação à FAF

Luanda - A contratação do brasileiro Beto Bianchi para orientar a selecção nacional de futebol, tendo em vista os próximos compromissos internacionais, está na base do seu perfil, disse hoje, em Luanda, o presidente da Federação Angolana da modalidade, Artur Almeida e Silva.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Presidente da Federação Angolana de Futebol (FAF), Artur Almeida e Silva, e o novo técnico da selecção nacional de futebol, Roberto Bianchi (Dir.)

Foto: Cortesia da Claquemagazine

O dirigente da FAF fez este pronunciamento durante a conferência de imprensa de apresentação do treinador que substituí ao angolano José Kilamba no comando dos Palancas Negras para os próximos três anos.

“O objectivo da FAF em contratar o técnico não é a curto e médio prazo. A qualificação para a fase final do Campeonato Africano das Nações (CAN2019) a disputar-se nos Camarões não estará em causa,  mas sim é organizar e criar mecanismos para que o futebol angolano venha a encontrar outra estabilidade”, informou.

Indicou que o novo técnico já conhece suficientemente a realidade do futebol angolano e continental, apesar de estar a menos de dois anos ao serviço do clube Petro-Atlético de Luanda, da primeira divisão nacional.

“Apesar de estar na sua segunda temporada ao comando técnico do Petro, o professor já demonstrou que pode satisfazer os objectivos preconizados pela direcção da FAF, que é constituir uma equipa boa e que saiba praticar um bom futebol”, realçou.

Adiantou por outro lado que podia optar também pelo treinador do 1º de Agosto (campeão nacional), o bósnio Dragan Jovic, mas a aposta da sua equipa de trabalho teve outra opção.

“Beto Bianchi  já demonstrou que tem capacidade de formar jogadores, já que encontrou o Petro numa situação em que ninguém esperava, mas com uma equipa constituída por jogadores jovens conseguiu chegar ao segundo lugar com menos um ponto do campeão 1º de Agosto”, elogiou.

 Artur Almeida e Silva disse que o treinador vai continuar a ser remunerado pelo clube Petro-Atlético, onde ele é efectivo, face as dificuldades financeiras que a Federação vive.

Agradeceu a direcção do clube petrolífero, particularmente do seu presidente de direcção, Tomás Farias, por ter cedido o treinador para esta dupla missão.

“A direcção da FAF vai dar um bónus ao treinador durante a sua vigência nos Palancas Negras. Ainda não definimos o valor, mas posso voz adiantar que estamos a trabalhar neste assunto para honrar o acto patriótico que teve a direcção do Petro’’ – precisou.

 “Vamos trabalhar todos em conjuntos, entre a FAF, jornalistas e todos angolanos rumo ao desenvolvimento do futebol nacional”, rematou.

Bianchi vai trabalhar com os seus adjuntos no Petro-Atlético, com destaque para o antigo goleador Flávio Amado  e mais dois compatriotas seus como preparador físico e técnico de guarda-redes.

Assuntos Futebol  

Leia também