Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Desporto

11 Agosto de 2017 | 23h07 - Actualizado em 12 Agosto de 2017 | 08h00

Futebol: Ex- internacional Kali aconselha serenidade aos Palancas Negras

Luanda - O antigo internacional angolano Carlos Alonso "Kali" aconselhou hoje, em Luanda, a Selecção Nacional de futebol a primar pela calma, serenidade e discernimento, para com maior facilidade superar à similar do Madagáscar, no jogo de qualificação à 5ª edição da Taça CHAN2018, a disputar-se no Quénia.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Ex-jogador de futebol, Carlos Gonçalves Alonso, Kali

Foto: Gaspar Dos Santos

Em antevisão ao desafio de domingo, em Antananarivo, referente à primeira ''mão'' da última eliminatória da prova, reservada aos jogadores dos campeonatos internos, o ex-defesa central do 1º de Agosto e dos Palancas Negras referiu à Angop que, os jogadores angolanos deverão encarar o adversário com muita responsabilidade e sentido patriótico.

“A selecção nacional está num bom caminho e ambiciona o êxito, apesar das dificuldades à encontrar no campo do adversário. Existe uma mescla de jogadores experientes e novos, que poderão lutar por um resultado positivo, caso haja muita calma, concentração e discernimento. Por isso, peço que tenham muita responsabilidade, patriotismo e sentimento de missão”, disse.                

Acrescentou que, com a passagem de experiência por parte dos mais antigos aos novos, o grupo terá as condições necessárias a obter um resultado positivo, nesta primeira partida, para posteriormente confirmar a qualificação, em virtude de num grande desempenho, humildade e respeito pelo oponente.                                      

Quanto ao Madagáscar, Kali lembrou ser uma formação muito aguerrida, mas possível de ser superada mesmo no seu reduto, como já havia acontecido nas preliminares, para o CHAN2011, em que capitaneou a representação angolana.

“Acho que a selecção nacional, muito bem orientada pelo treinador Beto Bianchi, tem tudo para apurar-se e deve marcar lá e confirmar em casa”, frisou.           

A selecção nacional viaja hoje, sexta-feira, à capital malgaxe, com escala em Joanesburgo (África do Sul).

O Jogo da segunda ''mão'' está programado para o dia 19 deste mês de Agosto no estádio 11 de Novembro, em Luanda.

A Taça CHAN é uma competição africana reservada a jogadores que actuam nos respectivos países. Na segunda edição, em 2011, Angola foi finalista derrotada pela Tunísia, decorrida no Sudão. 

Assuntos Futebol  

Leia também