Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Desporto

08 Outubro de 2017 | 01h49 - Actualizado em 08 Outubro de 2017 | 01h48

Taça de Angola: Progresso a "um passo" para meias-finais

Luanda - A equipa do Progresso do Sambizanga colocou-se Sábado em vantagem nas eliminatórias de acesso às meias-finais fruto da vitória diante do Kabuscorp do Palanca por 2-1, na partida da primeira mão dos quartos de final da Taça de Angola em futebol.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar


As duas equipas entraram para o relvado virados para o ataque procurando assim visar a baliza contrária, porém, a falta de eficácia na finalização eram constantes.


Passados 12 minutos foram os sambilas que deram os primeiros sinais, quando o avançado Vá no corredor esquerdo passou pelo seu oponente com muita facilidade assistindo Fofo que faltou-lhe discernimento para finalizar com êxito na baliza adversária.


Fofo volta a evidenciar-se aos 26 minutos após driblar dois adversários rematou forte para a defesa apertada do guardião Rubian.  

Determinados, os “sambilas” continuavam a procura do caminho do golo que tardava a aparecer fruto de alguma falta de pontaria dos seus avançados.


Aos 33 minutos Vá com a rapidez que lhe é peculiar foi carregado na grande área, João Goma assinalou o castigo máximo. Yano chamado a cobrar concretizou com êxito adiantando-se assim no placar por 1-0.


No reatar da partida, o Kabuscorp entrou mais aguerrido, criando inúmeras oportunidades de “violar” a baliza adversária, mas do que vontade os avançados mostravam-se ineficazes nos momentos cruciais.


Passados 48 minutos, a formação do palanca igualou a partida por intermédio do avançado Nelito que proferiu um remate cruzado, sem dar hipóteses do guarda-redes dos “sambilas” fazer-se ao lance.

Após o golo sofrido, o Progresso acusou algum desgaste psicológico, dando assim crença ao adversário de vencer a partida.


Aos 56 minutos, Mongo tenta surpreender o guardião dos “Sambilas” com um potente remate obrigando-a uma defesa apertada.  

O kabuscorp aos 66 minutos voltou a pregar um susto aos pupilos de Kito Ribeiro, desta por intermédio de Lami que cabeceou ao travessão esquerdo na sequência de um cruzamento tirado por Amaro.

Passados 71 minutos, Vá volta a evidenciar a sua qualidade técnica ao ser carregado novamente na grande área, João Goma sem excitar apita o castigo máximo. Fofo chamado a cobrar amplia a marcha no marcador por 2-1.


A formação do Palanca ainda tentou redimir-se da desvantagem, mais o bloco defensivo dos “sambilas” era bastante eficaz ao ponto de anular todas investidas do adversário até ao apito final.

Assuntos Futebol  

Leia também