Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Desporto

21 Abril de 2018 | 22h37 - Actualizado em 24 Abril de 2018 | 14h36

Girabola 2018: Falta de tranquilidade ditou derrota do Petro - Maurício Marques

Huambo - A falta de tranquilidade dos jogadores em momentos cruciais do jogo foi apontada pelo preparador físico do Petro de Luanda, Maurício Marques, como principal causa da derrota da sua equipa, por 0-1, diante do Recreativo da Caála.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Huambo: Preparador físico do Petro de Luanda - Maurício Marques

Foto: Mauro Leal

Em declarações à imprensa, no final da partida a contar para a 11ª jornada do Girabola, disse que a sua equipa fez um bom jogo, mas faltou alguma calma na última parte, em que o adversário afirmou-se melhor.

Maurício Marques referiu que  equipa técnica vai continuar a trabalhar na correcção dos erros, para permitir que os petrolíferos venham a vencer as próximas partidas e posicionar-se entre os lugares cimeiros da competição.

O Petro de Luanda ocupa a sétima posição com 14 pontos, os mesmos que o Recreativo a Caála na oitava.

Assuntos Futebol   Província » Huambo  

Leia também