Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Desporto

10 Agosto de 2018 | 21h28 - Actualizado em 10 Agosto de 2018 | 21h27

Andebol: 1º de Agosto supera Marinha e revalida Taça de Angola em masculino

Luanda - Ao demonstrar maior audácia nos vários sectores, a equipa masculina de andebol do 1º de Agosto revalidou hoje, sexta-feira, a 13ª edição da Taça de Angola ao vencer a formação da Marinha de Guerra por 32-23, em partida da final disputada no Pavilhão da Cidadela, em Luanda.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Andebol: 1º de Agosto - Marinha de Guerra

Foto: Henri Celso

Andebol: 1º de Agosto vence Taça de Angola em Andebol no jogo contra a Marinha de Guerra

Foto: Henri Celso

Com início de partida apático de ambas formações, o conjunto militar, na qualidade de campeão nacional, procurava impor o seu fulgor ofensivo desferindo alguns remates a baliza adversária, mas sem a eficácia desejada.

Inconformado com a atitude inicial da sua equipa, Felipe Cruz via-se obrigado a solicitar desconto de tempo para “limar as arestas” quando os marinheiros acreditavam numa possível mudança de placar.

Nesta etapa, os rubros-negros, embora apresentavam-se bastante apreensivos, procuravam, a todo custo, caminhos viáveis para visar a baliza adversária e superar-se a cada lance, levando vantagem ao intervalo por 13-11.

Numa partida assistida por pouco público, os campeões nacionais entraram para a segunda parte do encontro com outra dinâmica nos vários sectores sem que o adversário tivesse a mesma atitude, elevando a vantagem para oito pontos.

A três minutos do final, os marinheiros procuravam redimir-se da desvantagem, redobrando esforço no ataque, mas incapaz de contrariar o favoritismo dos militares que passaram a abordar os laces com bastante frieza e determinação, tendo superiorizando-se por 32-23.

Com este resultado, os rubros-negros conquistam, assim, o seu sexto troféu, enquanto a formação da Marinha mantém o nulo.

Assuntos Andebol  

Leia também