Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Desporto

08 Setembro de 2018 | 21h31 - Actualizado em 08 Setembro de 2018 | 21h31

Futebol: Pintar da Silva queixa-se da falta de sorte contra o Santa Rita de Cássia

Huambo - A falta de sorte na finalização foi apontada como a principal causa da derrota caseira do Ferrovia, esta tarde, diante do Santa Rita de Cássia, por 2-1, para a 1ª mão de acesso ao próximo campeonato nacional de futebol da I divisão (Girabola).

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Joao Pintar - Técnico do Ferrovia do Huambo

Foto: Antonio Escrivao

Em declarações à imprensa, no final do jogo, o treinador dos “locomotivas”, João Pintar da Silva, disse que o conjunto não soube, também, aproveitar as debilidades defensivas dos forasteiros, principalmente na etapa derradeira.

Segundo ele, que acredita num melhor resultado no jogo da 2ª mão, o triunfo dos “católicos” do Uíge resume-se no aproveitar as oportunidades, lamentando, ainda, o penalti desperdiçado aos 82 minutos.

“A rapaziada jogou o suficiente durante os 90 minutos, mas quando não há sorte o resultado é mesmo este. Contamos com o mesmo Ferrovia que vai defrontar a mesma equipa dentro de oito dias”, disse.

Durante o torneio de apuramento, o Santa Rita de Cássia quedou-se na 2ª posição do grupo A, cujo vencedor foi o ASA, que também regressa ao Girabola. Já o Ferrovia do Huambo ficou atrás do Bikuku FC da Lunda Sul, no grupo B, que se vai estrear na maior prova futebolística nacional.

As duas equipas disputam a última vaga de acesso ao próximo Girabola

Assuntos Futebol   Província » Huambo  

Leia também