Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Desporto

05 Setembro de 2018 | 19h21 - Actualizado em 05 Setembro de 2018 | 19h21

Lutas/MMA: Angolana Faia prepara combates em França e Inglaterra

Luanda - A ex-judoca angolana Antónia de Fátima Moreira "Faia" prepara-se para três combates do Campeonato Internacional de MMA (artes marciais mistas), previstos para Outubro e Novembro, na África do Sul, França e Inglaterra.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Antónia de Fátima "Faia" - Judoca

Foto: Francisco Miudo

Antónia de Fátima "Faia"

Foto: Henri Celso

Em declarações à Angop, hoje (quarta-feira), em Luanda, onde se prepara para enfrentar adversárias dos referidos países, Faia, que recentemente trocou o judo pela MMA, referiu que encara os novos desafios com "muita responsabilidade, dedicação e esperança nos êxitos".             

“Estou em contacto permanente com os responsáveis dos eventos, que estão a criar as condições necessárias e darão o sinal no momento certo", afirmou a maior referência do Judo angolano.

A lutadora, que cumpre o trabalho físico de manhã e o técnico-táctico à tarde, no ginásio da escola Ngola Kanini, disse que trabalha "afincadamente" para que possa aparecer na "máxima força e dar o meu melhor".

Acrescentou que na África do Sul deverá defrontar a mesma adversária que venceu e marcou a sua estreia na modalidade, em Julho, na cidade de Pretória, em amadores.     

Um eventual triunfo no próximo combate lhe permitirá a passagem para a fase profissional do MMA.

Sobre a estreia, Faia admitiu que foi "um pouco difícil", principalmente pela mudança.

“Sofri muito para chegar à vitória. Foram três rounds. O judo é diferente. Foi necessário algum tempo de adaptação e muito treino. Nessa competição de MMA, o atleta tem de dominar as técnicas de todas as versões de lutas", frisou.

Considerou o triunfo de "um significado importante", porque conseguiu derrotar a sul-africana Christine Wolmarrans, até então a detentora de um recorde de cinco combates sem derrotas”.

Atleta olímpica, vice-campeã do mundo em 2011, na Roménia, campeã africana de 2004 e medalha de ouro 2015 nos Jogos Africanos, Antónia de Fátima Moreira (nascida em Abril de 1982) iniciou a sua nova carreira no MMA há dois anos, após a participação nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016.

Além do MMA e do judo, a atleta já praticou karaté e kickboxing durante cinco anos.

Durante os 28 anos de carreira a actual instrutora e treinadora de judo arrecadou duas dezenas de títulos e esteve nos Jogos Olímpicos de Atenas2004, Londres2012 e Rio2016.

O MMA é uma junção das artes marciais que incluem tanto golpe de combate em pé, quanto técnicas de luta no chão. Os combates integram uma grande variedade de técnicas permitidas de artes marciais, tais como golpes utilizando os punhos, pés, cotovelos, joelhos e técnicas de imobilização.

Assuntos Lutas  

Leia também
  • 14/09/2018 16:33:27

    Federação de lutas forma técnicos e árbitros

    Mbanza Kongo - Doze candidatos a treinadores e árbitros de lutas associadas concluíram nesta sexta-feira, em Mbanza Kongo, província do Zaire, uma acção formativa sobre a modalidade, numa promoção da Associação Provincial dos Desportos de Combate.

  • 24/08/2018 15:31:59

    Cuanza Norte: Ndalatando acolhe campeonato nacional de Jiu-jitsu

    Ndalatando - A cidade de Ndalatando, capital da província do Cuanza Norte, acolhe este sábado e domingo, o campeonato nacional de Jiu-jítsu, na classe de seniores em ambos os sexos, prova que se realizará no pavilhão gimnodesportivo José Eduardo dos Santos.

  • 17/12/2017 09:13:57

    Lutas: Angolano Pena conserva título mundial do MMA

    Luanda - O angolano Demarte Pena conservou o seu título de campeão mundial da categoria de peso galo de Extreme Fighting Championship-Worldwide (EFC), após vencer na noite de sábado, em Pretória, o sul-africano Irschaad Sayed.