Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Desporto

19 Outubro de 2018 | 03h14 - Actualizado em 19 Outubro de 2018 | 03h14

Governo aposta na massificação do desporto comunitário

Ndalatando - O director do gabinete provincial do Cuanza Norte da Cultura, Turismo, Juventude e Desportos, Paulo Tonet, disse quinta-feira, em Ndalatando, que o governo local vai apostar na massificação do desporto comunitário na região.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Cuanza Norte: Director do Gabinete Provincial da Cultura, Turismo, Juventude e Desportos, Paulo Tonet

Foto: Diniz Simão

O responsável, que falava à Angop, à margem da realização de uma acção de capacitação de líderes de diferentes associações juvenis das organizações políticas e da sociedade civil do município do Cazengo, disse que será implementado, a partir da próxima semana, um projecto de massificação e desenvolvimento do basquetebol de rua e futebol de bairro.

Referiu que, nesta senda, o governo da província adquiriu recentemente, através do Instituto Angolano da Juventude, um lote de material desportivo destinado à massificação do desporto na província, sobretudo nas modalidades de andebol, basquetebol e futebol em masculino e feminino.

O material composto de cinco kits de equipamentos completo de cada uma dessas modalidades será distribuído, numa primeira fase, aos jovens praticantes de desportos de rua nos municípios do Cazengo, Cambambe e Lucala.

Indicou que a acção será extensiva a todos os municípios da província.

“O governo pretende, com esta acção, concretizar dois grandes objectivos, nomeadamente, a massificação desportiva, alargando a base de praticantes nessas modalidades e criar programas de educação desportiva que ajudem no melhoramento da qualidade de vida das crianças, adolescentes e jovens através da ocupação dos tempos livres”, sublinhou.

Leia também