Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Desporto

31 Outubro de 2018 | 01h21 - Actualizado em 31 Outubro de 2018 | 01h21

Ministério dos Desportos balanceia actividades

Luanda - O Ministério da Juventude e Desportos balanceou esta terça-feira, em conselho consultivo, as actividades desenvolvidas durante o ano transacto e as do primeiro semestre do ano em curso, tendo concluído na necessidade de maior extensão das acções e projectos de âmbito nacional.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Ana Paula Sacramento, ministra da Juventude e Desporto

Foto: Gaspar dos Santos

Quanto as acções de 2018/2022, as discussões tenderam, entre outras, para a advocacia virada ao aumento de recursos financeiros para o sector.

Em declarações à imprensa, a ministra Ana Paula do Sacramento Neto disse ter-se feito uma avaliação do grau de cumprimento das actividades desenvolvidas em 2017, balanço do primeiro semestre de 2018 e a apresentação do Plano do Desenvolvimento Nacional  aos membros do conselho.

Os participantes discutiram a necessidade de rentabilização das infra-estruturas juvenis e desportivas que devem ser rentabilizadas na medida em que são fontes de rendimento, porque criam postos de trabalho.

Para o efeito, deve-se promover concursos públicos para gerência das infra-estruturas que estão em estado pouco agradável.

Lamentou a escassez do orçamento atribuído ao Ministério, o qual não permite um bom trabalho as associações. Como solução, convidou a entrada “em campo” do mecenato, cuja sensibilização foi feita em conferência nacional anterior para discutir com o grupo alvo sobre as formas de se financiar a juventude e o desporto.

Os participantes concluíram que as acções foram globalmente executadas, à medida da disponibilidade financeira atendendo o contexto económico e financeiro do país e enquanto outras estão em execução. Nesse particular, deve-se promover junto aos parceiros a revisão gradual dos procedimentos de regulamentação.

Falou-se ainda na necessidade de se criar e implementar estratégias que visam a transformação da actividade informal de jovens ambulantes em formal.

Sobre as infra-estruturas juvenis e desportivas, concluiu-se que algumas carecem da conclusão e as que se encontram em uso estão em estado avançado de degradação por deficiência de manutenção, gestão e conservação, enquanto outras servem objectivos diferentes daqueles para os quais foram concebidas.

Desta forma, urge a necessidade de realização de um fórum específico sobre a matéria e devem ser abordados todos aspectos, incluindo a definição de modelo de gestão e a formação de potenciais gestores, de preferência jovens e antigos desportistas.

No que concerne à política do Estado para a juventude, considerou a necessidade da melhoria da qualidade de vida dos jovens e que o sector deve trabalhar com os parceiros sociais e governamentais, visando a recolha de contribuições e posterior proposta de aprovação ao executivo.

Que seja exarado um despacho ministerial que aprove o regulamento eleitoral dos órgãos sociais das associações desportivas nacionais.

O conselho foi informado ainda dos documentos orgânicos superintendidos na participação de Angola nos jogos da CPLP em S. Tomé e Príncipe em 2018 e está em preparação dos jogos da região cinco no Botswana para 2018.

Participação das selecções nacionais, obrigatoriedade de observação médica desportiva, composição obrigatória das equipas médicas desportivas, estatísticas médicas desportivas, protecção das associações desportivas e entre outras.

Assuntos Polidesporto  

Leia também
  • 04/11/2018 20:44:54

    Resenha desportiva: Sucesso do futebol adaptado marca semana

    Luanda - O apuramento da selecção nacional para a final do campeonato do mundo de futebol com muletas, que decorre no México, constitui o principal facto desportivo da semana.

  • 01/11/2018 17:22:17

    Redução dos custos de transmissões televisivas carece de esforços conjugados

    Luanda - O director-geral da União Africana de Radiotelevisão (AUB-UAR), Gregoire Ndjaka, reconheceu hoje, em Luanda, a necessidade de um esforço conjunto das instituições do continente tendentes a redução dos custos de pagamento dos direitos de transmissões dos eventos desportivos.

  • 29/10/2018 17:42:43

    Polidesporto: Estado do desporto em Conselho Consultivo alargado

    Luanda - Balanço das actividades do I semestre de 2018, Estado das infra-estruturas, proposta da Lei Anti-Dopagem, entre outras, constam da agenda do XI Conselho Consultivo Alargado do Ministério da Juventude e Desportivos, que acontece terça-feira, a partir das 9h00, nas instalações do INFORFIP, no município de Cacuaco, em Luanda.