Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Desporto

25 Maio de 2019 | 23h53 - Actualizado em 25 Maio de 2019 | 23h53

Talentos de Zito e Papel decisivos na conquista da Taça de Angola

Luanda - O talento do jovem Zito Luvumbo e mestria de Ary Papel contribuíram significativamente na conquista da Taça de Angola em futebol pelo 1º de Agosto, ao vencer hoje, em Luanda, o Desportivo da Huila, por 2-1, no jogo da final, disputado no estádio 11 de Novembro.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Partida entre 1º de Agosto e Desportivo da Huíla

Foto: Henri Celso

Num desafio pautado pelo equilíbrio, apesar dos huilanos marcarem primeiro por Leonel, aos 45+2, na segunda parte, o inconformado jogador de 17 anos (59) e o irreverente atacante (64 de penalte) deram a volta ao resultado desfavorável, para o frenesi da ruidosa claque nas bancadas.

De início, foram os comandados do treinador bósnio Dragan Jovic a tomarem as rédeas do embate, com incursões no reduto da formação orientada pelo técnico Mário Soares, que replicavam da melhor forma.

Em resposta, os visitantes chegam com algum perigo a baliza dos anfitriões, aos 15 minutos, que também se evidenciavam bastante preocupados em fechar as linhas de passes do seu atrevido oponente.

Decorridos 20, houve a substituição de Tchitchi por Razaq, no Desportivo, numa clara intenção de dar outro alento ao sector ofensivo. Ary Papel não consegue dar sequência a uma jogada na área da turma huilana, aos 30.

Da outra parte, Razaq, aos 44, também é incapaz de aproveitar posição privilegiada na zona restritiva do adversário, para o desagrado do seu banco e poucos apoiantes nas bancadas.

Em função do atrevimento, Leonel inaugura para o Desportivo, na sequência de uma jogada de insistência, que apanha o guarda-redes Tony Cabaça de fora da baliza, depois de um “chapéu” de Manico, que deixa em silêncio e desalento os “karangós”.  

Assim, a partida chega ao intervalo, com vantagem mínima e inesperada da formação da cidade do Lubango. No reatamento, Bua e Aquino entram nos lugares de Mário e Mongo, no 1º de Agosto, que passa a fustigar com mais objectividade o seu adversário. O jogador Dago faz o esférico passar muito próximo da baliza dos huilanos, aos 50.

Das acções, Zito, que ao longo da contenda obrigava o redobrar do esforço dos defesas contrários, muito por culpa da sua habilidade no trato da bola, iguala para o 1º de Agosto, aos 59, após receber um passe magistral do seu colega Ary Papel, não dando hipóteses de defesa ao guardião Ndulo, obtendo os aplausos da plateia.

Mesmo com a grande postura do adversário, que não desistia da luta, o irreverente Ary Papel põe a sua formação em vantagem no resultado, aos 64, na transformação de um castigo máximo, a cobrar derrube na área do Desportivo, que proporcionou festejos por parte dos caseiros.   

Nandinho rende Zé, aos 68, no Desportivo, que ainda faz entrar Mendes no lugar de Manico. Já na fase derradeira, Zito deixa o seu posto ao Natael, no 1º de Agosto. Desta, até ao apito final do árbitro Benjamim Ngulo, que exibiu cinco cartões amarelos, o resultado mantem-se favorável ao 1º de Agosto, que conquista o troféu da segunda maior prova futebolística do país.                    

Com esta taça, o 1º de Agosto faz a dobradinha, depois de vencer o Campeonato Nacional da primeira divisão (GirabolaZap2018/19). A formação “militar” conquista assim, o seu sexto troféu, num palmarés liderado pelo Petro de Luanda, com onze.

No final, realizou-se a cerimónia de entrega de medalhas (Desportivo da Huila) e a taça (1º de Agosto), em acto encabeçado pelo secretário de Estado dos Desportos, Carlos Almeida. Também presentes, entre outras personalidades, o vice-presidente da Federação Angolana de Futebol (FAF), Adão Costa, bem como o presidente do 1º de Agosto, Carlos Hendrick.

Assuntos Futebol  

Leia também