Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Desporto

19 Julho de 2019 | 22h02 - Actualizado em 19 Julho de 2019 | 22h02

CAN2019: Nigeriano Odion Ighalo melhor marcador

Luanda - O avançado nigeriano Odion Ighalo sagrou-se melhor marcador do CAN2019, com cinco golos, competição ganha pelo Argélia, que venceu na final o Senegal, por 1-0.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

 

O atleta do Shanghai Shenhua da China marcou o golo da vitória de 1-0 frente ao Burundi, na primeira jornada da fase de grupos (B), bisou no triunfo diante dos Camarões (3-2), nos oitavos-de-final, apontou o tento de honra na derrota sobre a Argélia (1-2), na meias-finais, bem como o golo que garantiu o terceiro lugar desta 32ª edição diante da Tunísia (1-0).

Odion Ighalo teve a concorrência dos argelinos Adam Ounas e Riyad Mahrez, do congolês democrático Cédric Bakambu e do senegalês Sadio Mané, com três golos cada.

O único angolano que conseguiu marcar foi Djama Campos, no empate a um golo com a Tunísia, na primeira jornada do grupo E.  

Assuntos Futebol  

Leia também
  • 19/07/2019 21:59:17

    CAN2019: Angola termina na 18ª posição

    Luanda - Os Palancas Negras terminaram na 18ª posição do CAN2019, terminado hoje no Egipto, com a consagração do Argélia, que venceu na final o Senegal, por 1-0.

  • 19/07/2019 21:55:14

    CAN: Palmarés da Taça Africana das Nações

    Luanda - A Argélia conquistou hoje o seu segundo troféu de campeão africano de futebol, ao vencer na final da 32ª edição do CAN o Senegal, por 1-0. A partida decorreu no estádio internacional do Cairo, no Egipto.

  • 19/07/2019 21:53:53

    CAN2019: Argélia sagra-se campeã africana

    Luanda - A Argélia conquistou hoje a 32ª edição do Campeonato Africano das Nações em futebol, ao vencer na final a congénere do Senegal, por 1-0.