Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Desporto

03 Agosto de 2019 | 18h04 - Actualizado em 03 Agosto de 2019 | 18h34

Campeões do mundo agraciados com residências

Luanda - Os atletas de futebol para amputados que em Novembro de 2018 conquistaram o Campeonato do Mundo, disputado em Guadalajara (México), foram hoje, sábado, agraciados com uma residência cada.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Parte frontal das casas entregues aos atletas adaptados

Foto: Marcelino Camões

Localizadas no Zango -5 (antes denominado Zango 8 mil), trata-se de vivendas da tipologia T3.

O acto foi liderado pelo Secretário de Estado para os Desportos, Carlos Almeida, testemunhado pelo Director Nacional dos Desportos, Nicolau Daniel, e pelo Secretário-geral do Comité Paralímpico Angolano, António da Luz.

Dos 19 membros da delegação ao evento do México foram beneficiários dezasseis, incluindo a equipa técnica, já que três integrantes, residentes em Benguela, receberam os imóveis localmente.

A delegação campeã do mundo foi constituída pelos guarda-redes Jesus Mateus e Sebastião Cacumba, os defesas Francisco Amaro, Celestino António, Neves Undungo e Jesus Morais, os médios Hilário Cafula, Laurindo Lucamba, os atacantes Heno Guilherme, José Candeeiro, Sabino Joaquim e João Chiquinte.

completam o quadro: Augusto Baptista "Cheto" (seleccionador), Hélder Gomes e Luís Manuel (adjuntos), José Gavião (fisioterapeuta), Nelson da Luz (técnico de equipamentos), Sapalo Xamuzembe (coordenador para o futebol) e Celeste Thiama (chefe da delegação).

O Zango 5 é um projecto habitacional desenvolvido no Sudeste da Cidade de Luanda, no município de Viana, tendo sido concebido para albergar uma população estimada em 48.000 habitantes, que vão ocupar os 8 mil fogos, em fase final de conclusão.

 Desenvolvido numa área total de 416 hectares, está subdividido em 32 sectores urbanos, separados entre si pelas vias primárias da urbanização.

A edificação das habitações foi executada de maneira integrada, no que diz respeito à execução de infra-estruturas urbanas internas nos 26 blocos residenciais.

A rede viária e acessos, a rede eléctrica e de iluminação pública, a rede de abastecimento domiciliar de água potável, a drenagem de águas residuais e pluviais constituem os principais trabalhos realizados no domínio de infra-estruturas.

Em de termos de tipologias habitacionais, o projecto contempla moradias isoladas e geminadas, edifícios de apartamentos de dois e três pisos.

Assuntos Desporto Adaptado  

Leia também
  • 31/07/2019 10:29:35

    CPA capta apoios por via de resultados desportivos

    Luanda - A captação de patrocínios por via de resultados desportivos, numa altura de menos recursos financeiros por parte do Estado, tem sido a aposta do Comité Paralímpico Angolano visando o seu plano de desenvolvimento, assente na formação de técnicos.

  • 30/07/2019 20:47:28

    Desporto adaptado: BP-Angola e CPA celebram acordo

    Luanda - A velocista Regina Dumbo é deste esta terça-feira embaixadora da Empresa BP-Angola, no âmbito de um acordo assinado, em Luanda, entre a instituição e o Comité Paralímpico Angolano (CPA).

  • 14/07/2019 21:04:44

    Jiu-Jitsu adaptado: Angolano conquista ouro no Brasil

    Luanda - O angolano Ivan Laranjo, portador de síndrome de down, conquistou sábado uma medalha de ouro na primeira edição de um torneio internacional de Jiu-Jitsu adaptado, decorrido em Floreanópolis (Brasil), apurou a Angop neste domingo, em Luanda.