Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Desporto

03 Setembro de 2019 | 20h08 - Actualizado em 04 Setembro de 2019 | 08h24

Andebol: Atletas das selecções dedicam "ouro africano" à nação

Luanda - Os atletas da selecções feminina e masculina de andebol dedicaram a dupla conquista das medalhas de ouro, nos Jogos Africanos, à nação angolana por sempre acreditar nas capacidades dos conjuntos nacionais em provas internacionais.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Chegada dos Campeões africanos de Vela e da Selecção de Andebol

Foto: Marcelino Camões

Chegada da Selecção de Andebol masculino

Foto: António Escrivão

Em entrevista  à  Angop, no Aeroporto Internacional 4 de Fevereiro, na chegada do grupo, o lateral esquerdo Declerck Sibo reconheceu que foi uma missão difícil, mas que o importante foi a conquista do titulo inédito,  em Marrocos, para mais uma vez alegrar todo o povo angolano.

O jogador do 1º de Agosto disse, na ocasião, que a selecção masculina partiu  para a competição moralizada e com foco neste inédito título para o país, a nível dos masculinos e que deixou bem vincada a força da modalidade no país.

Declerck Sibo referiu que a proeza é o resultado do empenho das  gerações  de atletas que antecederam a actual, do elenco federativo, do  apoio incondicional dos amantes da  modalidade e da união dos atletas.

Por sua vez, Magda  Cazanga, atleta da selecção feminina, salientou que a maior dificuldade foi vivida na fina, porque a equipa adversária   (os Camarões) entrou em campo com objectivo de contrariar ao máximo a estratégia de Angola, usando a força  como factor principal.

“O mais  importante foi cumprir com o nosso dever, fruto  da dedicação e coragem dos treinadores  e espírito de união  das  atletas”, regozijou-se, sublinhando que o feito engrandece o desporto nacional e motiva os angolanos a acreditarem cada vez mais nas “pérolas africanas”.

A  selecção  masculina  venceu na  final  a sua  congénere do Egipto  por  31 -25, enquanto o  conjunto  nacional feminino levou de vencida  a selecção dos  Camarões por 28-25.

Neste evento, o país participou com 130 elementos entre atletas, técnicos, dirigentes e médicos, tendo conquistado oito medalhas,  das quais duas de ouro, duas de prata e quatro de bronze.

O país participou no evento, decorrido de 19  de Agosto a 3 de Setembro, com o atletismo, basquetebol, boxe, ciclismo, esgrima, ginástica, karaté-do, ténis de mesa, voleibol de praia, canoagem, judo e xadrez.

Assuntos Polidesporto  

Leia também
  • 02/09/2019 00:14:16

    Bié: Edy Roda vence corrida do circuito de motorizada

    Cuito - O piloto Edy Roda da província do Huambo, venceu neste domingo, na cidade do Cuito (Bié), a prova do circuito fechado de motorizada, com 40 pontos, em alusão as comemorações do 84º aniversário da cidade do Cuito, assinalado a 31 de Agosto.

  • 01/09/2019 13:21:44

    Jogos africanos: Quadro geral de medalhas

    Luanda - Classificação final dos Jogos Africanos, disputados no Reino de Marrocos. Angola quedou-se na 16ª posição, contra o 10º posto da edição de 2015, no Congo Brazzaville.

  • 31/08/2019 06:30:08

    Jogos africanos: Canoagem conquista segunda prata

    Luanda - A canoagem obteve sexta-feira a segunda medalha de prata nos Jogos Africanos, que decorrem em Marrocos, elevando para três o número de conquistas no evento, depois de já ter arrebatado uma de bronze.