Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Desporto

16 Janeiro de 2020 | 11h33 - Actualizado em 16 Janeiro de 2020 | 12h13

Piloto angolano Rui Andrade representa equipa alemã na F3

Benguela - O automobilista angolano Rui Andrade vai estrear-se este ano na equipa alemã da Motopark, na sua segunda temporada no campeonato de Fórmula 3 da Europa, considerado o melhor do mundo desta categoria, soube hoje a Angop.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Benguela: Rui Andrade, Piloto Angolano de F3 do Team Motor Park

Foto: António Lourenço

No seu ano de estreira na F3 europeia, em 2019, Rui Andrade representou a equipa espanhola da Drivex School.

Falando em exclusivo à Angop, Rui Andrade “Ruizinho”, que começou na F4 em Espanha e posteriormente no Dubai, em 2018, tendo obtido sete pódios, informou que este ano vai disputar o campeonato da Europa de Fórmula 3, representando a Motopark, uma das melhores equipas nesta competição.

Antes do início da prova europeia, explicou, vai disputar ainda a Toyota Racing Series, prova que servirá de preparação para a sua nova temporada.

Segundo o piloto, a subida de categoria neste desporto depende muito do desempenho do automobilista e dos patrocínios.

O piloto sente-se orgulhoso por, aos 19 anos de idade, ter conseguido vários pódios na F4, daí a sua ambição e determinação em conseguir bons resultados, este ano, no campeonato da Europa de F3.

Rui Andrade disse estar motivado para “batalhar” e alcançar resultados positivos e assim poder almejar uma nova mudança de categoria.

Questionado sobre as reais possibilidades de no futuro poder correr na F1, o jovem e ambicioso piloto disse ser o seu grande objectivo, reconhecendo contudo a necessidade de se galgar de forma realista, ou seja passo a passo.

“Chegar ao maior campeonato do mundo é o sonho de qualquer piloto, mas, para já, vou trabalhar duro para procurar ser o mais competitivo possível nas categorias que antecedem a F1”.

Rui Andrade referiu que não tem sido fácil trabalhar na Europa, mas admite que está mais forte e melhor preparado para os novos desafios.

Fez saber, por outro lado, que este ano o seu carro estará decorado com as cores da bandeira nacional e com os dizeres “Visit Angola”, no âmbito do acordo firmado aquando do lançamento da carreira com os ministérios do Turismo e da Juventude e Desportos, no sentido de elevar o nome de Angola pelo mundo.

Rui Andrade “Ruizinho” tem actualmente 20 anos de idade, nasceu m Luanda e começou a carreira no Karting aos 16 anos de idade por incentivo do seu pai, Rui Falcão, que o motivou para que participasse em corridas de velocidade.

Participou no campeonato angolano de Karting na categoria DD2, onde fez a dobradinha, sagrando-se campeão provincial e nacional em 2017.

A nível da Europa, começou na F4 em Espanha e mais tarde no Dubai, tendo conseguido sete pódios, com realce para um 2º lugar, a nível do campeonato europeu.

A Fórmula 3 Europeia já teve vários nomes oficiais, até se tornar a principal categoria de Fórmula 3 no Mundo, actualmente sob tutela da Federação Internacional de Automobilismo. Isso foi no ano de 2012, tendo na altura o nome mudado para FIA Formula 3 European Championship.

Originalmente nascida como Fórmula 3 Euro Séries em 2003, surgida da união da F-3 Francesa com a F-3 Alemã, essa categoria durou até 2012.

Dentre os vencedores da F3 Europeia destaca-se Lewis Hamiltons (ING), Lando Norris (ING), Lance Stroll (CAN), Romain Grosjean (FRA) e Nico Hulkenberg (ALE).

Leia também
  • 12/01/2020 03:51:00

    Hóquei: Petro vence Académica de Luanda

    Lobito - Numa luta pela conquista do primeiro lugar, o Petro venceu na noite deste sábado, no Lobito, a Académica de Luanda, por 5-2, em jogo da 3ª jornada do Campeonato Nacional de Hóquei em Patins de juniores masculinos.

  • 11/01/2020 07:11:44

    Hóquei: Falha na finalização na base do empate do 1º de Agosto

    Lobito - O treinador do 1º de Agosto, José Quiteke, apontou falhas na finalização como causa do empate (2-2) diante do Atlético do Namibe, na partida da 2ª jornada do Campeonato Nacional de hóquei em patins em juniores masculinos, que decorre no Lobito, província de Benguela.

  • 11/01/2020 06:49:18

    Hóquei: 1º de Agosto empata com Atlético do Namibe

    Lobito - O 1º de Agosto, campeão nacional de juniores masculino, empatou sexta-feira, frente ao Atlético do Namibe (2-2), no jogo de cartaz da 2ª jornada da 1ª fase do Campeonato Nacional de hóquei em patins que decorre no Lobito, província de Benguela.