Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Desporto

24 Janeiro de 2020 | 03h02 - Actualizado em 25 Janeiro de 2020 | 12h39

MJD lança campanha de recolha de acervo desportivo

Luanda - O Ministério da Juventude e Desportos (MJD) procedeu quinta-feira, em Luanda, o lançamento oficial da campanha nacional de recolha de acervo desportivo, no âmbito do Dia Nacional dos Desportos.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Antigo basquetebolista, Miguel Lutonda

Foto: Marcelino Camões

Ministra da Juventude e Desportos, Ana Paula Sacramento Neto

Foto: Marcelino Camões

O acto, que teve lugar na Galeria Nacional dos Desportos, foi presidido pela ministra do sector, Ana Paula Sacramento Neto, e juntou desportistas, dirigentes desportivos, entre outras personalidades.

A campanha tem como objectivo registar, preservar e divulgar as memórias das conquistas desportivas individuais e colectivas do desporto angolano, tais como fotografias, medalhas, trofeus, recortes de jornais, equipamentos e livros.

Os acervos serão cedidos pelos atletas, ex-praticantes , treinadores, clubes, associações desportivas, federações e colecionadores para serem expostos na Galeria Nacional dos Desporto, em Luanda.

O antigo praticante de atletismo e recordista mundial José Sayovo procedeu a entrega da sua medalha de ouro conquistada em Atenas (Grécia), em 2004, enquanto Palmira Barbosa (ex-andebolista) entregou um fato olímpico da primeira participação de Angola nas olimpíadas de Atlanta (1996).

Os basquetebolistas Miguel Lutonda e Jean Jaques da Conceição entregaram, respectivamente, o trofeu de melhor jogador dos lançes livres do nacional de 2001 e a estatueta de melhor jogador num dos africanos da modalidade.

O antigo treinador Victorino Cunha fez a entrega de um quadro do plantel da seleção dos Jogos Olímpicos de Barcelona (1992), enquanto Flávio Amado (futebolista) cedeu a camisola 16 que envergou na seleção de honras.

António da Luz, secretário-geral do Comité Paralímpico, depositou a taça do Mundial do México, conquistada pela selecção nacional de futebol para amputados (2018).

A ministra Ana Paulo Sacramento homenageou, na ocasião, os atletas que fizeram entoar o hino nacional nos maiores palcos desportivos mundiais e continentais.

A cerimónia foi testemunhada por ex-ministros dos Desportos, nomeadamente, Sardinha Castro, Marcos Barrica e Gonçalves Muandumba.

O 23 de Janeiro foi institucionalizado pelo Governo angolano como Dia Nacional do Desporto em 2003, como sinal de reconhecimento do papel que o desporto assume na sociedade como factor de integração e desenvolvimento.

Assuntos Polidesporto  

Leia também
  • 24/01/2020 17:03:58

    Hóquei em patins: Académica do Lobito "humilha" Cambonguinhas

    Huambo - A equipa da Académica do Lobito venceu esta sexta-feira, no Planalto Central, os Cambonguinhas do Huambo, por expressivos 19-0, na abertura do Campeonato Nacional de Hóquei em Patins, na categoria de juvenis masculinos.

  • 24/01/2020 03:27:56

    José Sayovo elogia recolha de acervo desportivo

    Luanda - O atleta paralímpico e recordista mundial José Sayovo elogiou a iniciativa da recolha do acervo desportivo, promovida pelo Ministério da Juventude e Desportos, considerando um acto nobre para eternizar a história do desporto angolano.

  • 23/01/2020 18:23:23

    Responsável considera inexistente desporto federado no Bié

    Cuito - O director provincial do Gabinete da Cultura, Turismo, Juventude e Desporto no Bié, Domingos Nilton Capama, considerou hoje (quinta-feira), na cidade do Cuito, inexistente o desporto federado, devido à "desorganização" das associações em questões administrativas, sobretudo a má gestão financeira e falta de sensibilização de sócios para apoio à causa desportiva.