Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Desporto

30 Abril de 2020 | 17h16 - Actualizado em 02 Maio de 2020 | 01h03

"Do ponto de vista desportivo perdemos todos" - dirigente

Lubango - O director administrativo do Clube Desportivo da Huíla, Ezequias Domingos, considerou nesta quinta-feira, no Lubango, que a decisão de anular o Girabola2019/20 é compreensível do ponto de vista social, mas do desportivo "todos os clubes perderam".

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Ezequias Domingos - director administrativo do CDH

Foto: Morais Silva

Falando à Angop, em reacção à decisão tomada pelos clubes, no encontro com a federação da modalidade, realizado em Luanda, disse que a indecisão quanto ao futuro, devido à Covid-19, determinou a decisão que a sua colectividade aprova.

Na sua visão, os maiores prejudicados, do ponto de vista desportivo, são os clubes, pelos gastos gerados ao longo da temporada, mas reconheceu que não havia outra solução, na salvaguarda do bem vida.

Lembrou que a prática desportiva arrasta multidões, facilitando a transmissão, em cadeia, do vírus, pelo que a anulação é compreensível.

Quanto à programação da próxima época, fez saber que a agremiação depende do que as autoridades governamentais decidirem no período pós pandemia, acrescentando estarem assegurados os salários dos trabalhadores em função do contrato de cada um.

“Quem tiver contrato além desta temporada vai receber os ordenados até Maio. Outros casos serão analisados com base na lista que o treinador fornecer, sobre a continuidade ou não de alguns jogadores”, explicou.

Até a suspensão do Girabola2019/20, o Desportivo da Huíla ocupava a quarta posição, com 38 pontos. Esta formação estava, ainda, envolvida nos quartos-de-final da Taça de Angola, onde disputaria a segunda “mão” com o Sagrada Esperança.

O Petro de Luanda (1º colocado, com 54 pontos) e 1º de Agosto (2º/51 e menos um jogo) representarão o país na Liga Africana de Clubes Campeões, enquanto as duas equipas para a Taça da Confederação serão encontradas no trio Interclube, FC Bravos do Maquis e Sagrada Esperança.  

Leia também
  • 02/05/2020 01:01:53

    Cidadela à beira do "abismo"

    Luanda - Nos dias que correm, é cada vez mais comum ouvir-se, entre os agentes desportivos e membros da sociedade civil, indagações sobre o eventual futuro do mítico Estádio Nacional da Cidadela, há várias décadas voltado ao abandono.

  • 01/05/2020 12:48:38

    Clubes podem beneficiar de verbas da FIFA

    Luanda - Os clubes angolanos podem beneficiar de verbas provenientes da Federação Internacional de Futebol Associado (FIFA), mediante a um inquérito interno para apurar os danos causados pela covid-19.

  • 30/04/2020 21:39:29

    Norberto de Castro anuncia candidatura na FAF

    Luanda - O antigo vice-presidente para o futebol jovem da Federação Angolana de Futebol (FAF), Norberto de Castro, anunciou nesta quinta-feira, em Luanda, a sua candidatura à presidência da instituição, nas eleições marcadas para Junho próximo.

  • 30/04/2020 20:26:11

    Coerência determina anulação - Artur Almeida

    Luanda - O presidente da Federação Angolana de Futebol (FAF), Artur Almeida e Silva, considera coerente a decisão tomada hoje pelos clubes de anular o Campeonato Nacional de futebol da primeira divisão "Girabola2019/20".