Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Desporto

20 Maio de 2020 | 09h26 - Actualizado em 20 Maio de 2020 | 09h25

Presidente da FAAND pondera liderar COA

Luanda - O presidente da Federação Angolana de Andebol (FAAND), Pedro Godinho, afirmou à Angop, em Luanda, que aceitaria o desafio de liderar o Comité Olímpico Angolano (COA) caso fosse proposto por membros da Comissão Executiva do organismo.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Pedro Godinho pondera desafio de liderar COA

Foto: Marcelino Camões

O responsável, que já não se recanditará para um terceiro mandato à frente do órgão reitor, disse que sua prioridade, em termos desportivos, é a Confederação Africana, onde ocupa o cargo de segundo vice-presidente desde 2016.

Esta posição de Pedro Godinho surge na sequência de um questionamento durante uma entrevista, terça-feira, no âmbito dos 46 anos da modalidade de andebol que hoje, quarta-feira, se assinala, segundo o qual o seu nome foi proposto.

Na ocasião, disse, sem modéstia excessiva, que ele seria um candidato natural para o posto, mas acha que o actual presidente, Gustavo da Conceição, deve assumir mais um mandato para consolidar melhor a instituição olímpica, numa altura de crise financeira.

“ Não vou voluntariar-me, mas estaria em condições de aceitar se fosse uma vontade manifesta dos meus colegas da Comissão Executiva do COA”, sustentou.

Pedro Godinho é presidente cessante da FAAND (2008/2020) e vice-presidente da Confederação Africana de Andebol (CAHB).

Assuntos Andebol  

Leia também
  • 20/05/2020 06:45:51

    Andebol: Pedro Godinho defende lista única

    Luanda - O presidente cessante da Federação Angolana de Andebol (FAAND), Pedro Godinho, defendeu em entrevista à Angop, em Luanda, a constituição de uma lista única nas eleições para o quadriénio 2020/2024, para garantir a continuidade dos programas.

  • 20/05/2020 06:35:39

    Andebol - 46 anos de domínio em África

    Luanda - Treze títulos africanos, seis participações consecutivas em Jogos Olímpicos (desde Atlanta'1996), sétimo lugar no Campeonato do Mundo França'2007 fazem do andebol angolano hegemónico em África, em 46 anos de existência, cuja efeméride se assinala hoje, quarta-feira.

  • 18/05/2020 23:11:48

    Dois gestores espreitam liderança da FAAND

    Luanda - Em véspera do aniversário da Federação Angolana de Andebol (FAAND), a assinalar-se quarta-feira, dois gestores desportivos espreitam à presidência, numa altura em que o adiamento dos Jogos Olímpicos de 2020 para 2021 pode transferir as eleições para o próximo ano.