Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

28 Maio de 2009 | 11h55 - Actualizado em 29 Maio de 2009 | 09h11

Grupo Castel investe USD 200 milhões na cervejeira de Bom Jesus

Expansão

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Bernard Coulais quando falava à Angop, durante o Fórum de Negócios França/Angola

Foto: Angop


Luanda – O grupo Castel investiu USD 200 milhões na edificação da fábrica  de cerveja Nocal, localizada em Bom Jesus, província do Bengo, na perspectiva de expandir a sua actividade no país, informou hoje, em Luanda, o director geral da Companhia União de Cervejas de Angola (CUCA), Bernard Coulais.


Em declarações à Angop, a propósito da  participação da Castel  no Fórum de Negócios França/Angola, que decorre em Luanda, o gestor disse tratar-se do cumprimento do programa da empresa, incluindo a construção, no princípio deste ano, da fábrica Serbabe, na província de Cabinda, e uma outra no Huambo, em Julho próximo.


Por outro lado, referiu, as empresas cervejeiras do grupo, cuja produção global é de 500 mil electrólitos por mês, equivalentes a seis milhões por ano (70 porcento da oferta do mercado nacional), pretendem continuar a melhorar a sua qualidade, a capacidade produtiva e diversificar as marcas para contrapor as importações.


Em relação às actividades concernentes à Cuca BGI, disse ter dobrado a sua produção nos últimos quatro anos e realçou a intenção de continuar a investir no sector, de modo a modernizar os equipamentos para aumentar a capacidade produtiva da cervejeira e garantir a diversificação da sua produção.


Questionado sobre a sua participação no Fórum, Bernard Coulais informou pretender solidificar a sua presença em Angola e buscar prováveis parcerias para projectos futuros com empresas francesas.


A Cuca montou um “stand” onde apresentou produtos de três das setes cervejeiras do grupo Castel nomeadamente Cuca, Nocal e EKA. Outras quatro empresas do grupo são a Soba, Nocebo, Cobeje e Cerbab.


O grupo Castel também possui uma fábrica de garrafas no município de Cacuaco, província de Luanda.

Referindo-se à realização do Campeonato Africano das Nações em Futebol, CAN/2010 em Angola, afirmou constituir uma oportunidade para mostrar o produto à África e ao mundo, bem como criar maior demanda de consumo, devido à presença de turistas e outras pessoas que queiram consumir o produto angolano.

Assuntos Província » Luanda  

Leia também
  • 31/01/2019 11:10:30

    Município de Cacuaco perspectiva licenciar centenas de panificadoras

    Luanda - A direcção do comércio do município de Cacuaco perspectiva licenciar, a partir deste ano, aproximadamente mil panificadoras no âmbito do processo de transferência de competências do Ministério da Indústria para o Poder Local.

  • 01/12/2018 00:12:59

    Apresentada campanha" cem mil projectos"

    Luanda - A primeira fase da campanha "cem mil projectos", que visa apoiar os empresários a nível de todo o país, foi apresentada hoje, sexta-feira. no municio de Viana, em Luanda, aos filiados da Confederação Empresarial de Angola (CEA).

  • 27/11/2018 23:05:45

    Ministra realça contributo do mar no desenvolvimento da economia

    Luanda - A ministra das Pescas, Vitória de Barros Neto, destacou nesta segunda-feira, em Nairobi, Quénia, o contributo das indústrias petrolíferas, pesqueiras e do transporte marítimo no crescimento da economia angolana.

  • 23/11/2018 13:33:26

    Cinquenta pessoas beneficiam de micro-crédito em Cacuaco

    Luanda - Cinquenta pessoas, residentes no bairro Belo Monte, distrito dos Mulenvos de Baixo, em Cacuaco, beneficiaram hoje de micro-crédito depois de uma formação ministrada, durante uma semana, pelo Instituto Nacional do Emprego e Formação Profissional (INEFOP) em coordenação com o projecto Desafio Jovem-Angola.