Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

01 Julho de 2011 | 12h50 - Actualizado em 01 Julho de 2011 | 19h01

Pungo Andongo vai ganhar novas fábricas com o surgimento da fazenda biocom

Malanje

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Pungo Andongo terá novas unidades fabris

Foto: Angop

Cacuso - A comuna de Pungo Andongo, município de Cacuso, na província de Malanje, vai ganhar nos próximos tempos novas fábricas de açúcar, etanol, álcool e cachaça, com a entrada em funcionamento da fazenda Biocom, destinada a produção de cana de açúcar.

A informação foi avançada hoje nesta região, pelo administrador comunal de Pungo Andongo, Paulo Hebo, explicando que há necessidades de se aproveitar os recursos da Comuna, por isso, vão surgindo investimentos no domínio da indústria e outros.

Precisou que a Comuna é potencial em recursos hídricos devido à existência da barragem hidroeléctrica de Kapanda. Existe na região a fábrica de transformação de milho e outros cereais, adstrita à fazenda Pungo Andongo e vários outros investimentos. Mas, mais esforços estão a ser envidados no sentido de se ampliar cada vez a produção actual, daí que surgirão essas unidades fabris, disse o administrador.

“As fazendas vão produzindo para atender a demanda da província e do país, sobretudo os cereais que são escoados para as províncias do sul e a fuba de milho que é vendida às forças armadas angolanas (Faa) e às lojas da rede Nosso Super”, sustentou.

Paulo Hebo explicou que nesta altura, a Fazenda Biocom está na fase de plantação de cana-de-açúcar, para posteriormente entrar na época de recolha e consequentemente mostrar os resultados da produção, bem como está também em curso a montagem das suas fábricas para a transformação da produção local.

Relativamente a Fazenda Pungo Andongo, de acordo com o administrador, está em pleno funcionamento, desde os campos às fábricas, produzindo milho e outros cereais em grande escala e transformando em farinha de milho.

Explicou que nesta altura está ainda em acção a desmatação de um vasto terreno, por parte de uma empresa Chinesa, para a criação de uma outra fazenda, cujas obras iniciam no próximo ano, acrescentando ser um dos factores que vai também concorrer para o surgimento de fábricas em Pungo Andongo, para se fazer face a necessidade de transformação das culturas a serem produzidas na referida Comuna.

Por outro, o administrador Paulo Hebo referiu que embora haja agricultura mecanizada e fazendas de grandes dimensões, a agricultura de subsistência é uma realidade, tendo em conta que as populações se dedicam ao trabalho do campo, apesar de que carece de apoios como instrumentos agrícolas e créditos bancários para a aquisição de imputes, fertilizantes e outros meios de lavoura.

Acrescentou que aliada a esta dificuldade, vem a falta de escoamento dos produtos, uma vez que não existem compradores das culturas cultivadas, o que tem resultado em alguns casos no fracasso dos camponeses.

Fez ainda saber que o crédito agrícola de campanha ainda não chegou à comuna de Pungo Andongo, cuja necessidade se faz sentir pelos camponeses e por pescadores artesanais organizados em associações, que pretendem aumentar os níveis de produção.

A mandioca, milho, feijão, ginguba, gergelim e o arroz em pequena escala, são as culturas mais produzidas na Comuna de Pungo Andongo.

A região conta com 23 associações de camponeses, distribuídas por todas as aldeias e bairros, para além de outros grupos organizados que se dedicam à pesca fluvial, caça e reprodução animal.

Pungo Andongo constitui um dos potenciais polos económicos do município de Cacuso e da província de Malanje, pois, localiza-se a barragem hidroeléctrica de Kapanda, a maior do país, a zona turística das pedras negras com o mesmo nome, local turístico em que se encontram as peugadas da Rainha Ginga Mbande, a fazenda Pungo Andongo e o pólo agro-industrial de Kapanda.

Tem uma extensão de dois mil e 24 quilómetros quadrados e uma população estimada em 5 mil 200 habitantes.

Conta com duas Regedorias Mbanza Andongo e Kiangulungo, e igual número de Sectores Kiongua e Muta.

Assuntos Província » Malanje  

Leia também
  • 01/11/2018 17:56:46

    França quer intensificar cooperação no domínio agro-alimentar

    Malanje - A cooperação entre Angola e França no domínio da investigação agro-alimentar e veterinária poderá ser incrementada nos próximos tempos, para responder aos desafios do país de diversificar a economia, anunciou hoje, em Malanje, o docente da Montpellier SupAgro (instituição superior de formação agrícola de França) Guillaume Baud.

  • 01/11/2018 12:19:58

    Mais de 32 mil famílias envolvidas na campanha agrícola 2018/2019

    Kiwaba Nzoji - Trinta e duas mil e 691 famílias estão envolvidas na Campanha Agrícola 2018/2019 em Malanje, aberta quarta-feira, pelo governador provincial, Norberto dos Santos, na qual se prevê o cultivo de 112 mil e 228 hectares de mandioca, 13 mil e 290 de feijão, oito mil e 860 de batata-doce e cinco mil e 907 de milho.

  • 31/10/2018 19:11:47

    Criação de poupança passa pela planificação das despesas

    Malanje - A criação de poupança familiar passa, necessariamente, pela planificação prévia das despesas e pela escolha dos bens prioritários, com vista a prevenir gastos desnecessários, aconselhou hoje (quarta-feira) o economista Armindo Ginga.

  • 29/10/2018 17:26:16

    Malanje ganha primeira loja de venda de meios agrícolas

    Malanje - Uma loja de vendas de meios agrícolas, denominada "ANGOPRI", foi aberta hoje (segunda-feira), nesta cidade, e coloca à disposição dos agricultores uma vasta gama de insumos e "in puts" agrícolas, com vista a dinamização do sector a nível da província.