Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

25 Outubro de 2011 | 17h32 - Actualizado em 25 Outubro de 2011 | 17h32

Governador aponta importância da ascensão da comuna da Catumbela a município

Benguela

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

 
Lobito - O governador de Benguela, Armando da Cruz Neto, afirmou hoje, terça-feira, que o potencial económico, infra-estruturas e a densidade populacional foram os factores que levaram o Estado angolano a elevar a comuna da Catumbela à categoria de município.


 
Ao falar na cerimónia de apresentação da administradora municipal da Catumbela, Filomena Pascoal, o governador disse que a existência do Pólo de Desenvolvimento Industrial da Catumbela (PDIC) motivou o Executivo a criar uma administração do Estado capaz de corresponder com os desafios do presente e do futuro.

 
De acordo com o governante, Catumbela possui infra-estruturas que podem assegurar o desenvolvimento económico e social dos habitantes.

A existência de um aeroporto de categoria internacional, do Projecto “Águas de Benguela”, cujo liquído é fornecida às cidades do Lobito, Baia Farta, Catumbela e Benguela, são, de acordo com Armando da Cruz Neto, infra-estruturas que serão bem aproveitadas com a ascensão da circunscrição à categoria de município.


 


Apontou igualmente o potencial humano (o número de habitantes) como um dos aspectos que justificaram a criação do 10º município (Catumbela) da província de Benguela.

 
Catumbela, que fica entre as cidades de Benguela e do Lobito, conta com mais de 200 mil habitantes, distribuídos em quatro comunas, Catumbela, Gama, Praia dos Bebés e do Biópio, esta última pertencia ao município do Lobito.
 

A densidade populacional e o potencial industrial da região levou o Executivo a criar na região a Faculdade de Engenharia Mecânica, que abrirá a suas portas em 2012.


 
 
Actualmente, Catumbela conta com um Instituto Politécnico da Administração de Gestão, Centro de Formação da Construção Civil e 26 escolas do ensino primário e secundário.

 
 
Com a ascensão da Catumbela à categoria de município, a província de Benguela passa a ter 10 (dez) municípios, Benguela (sede), Lobito, Baia Farta, Caimbambo, Cubal, Ganda, Chongoroi, Bocoio e Balombo.
 

Leia também
  • 21/01/2015 12:28:12

    Benguela aprecia execução financeira do primeiro semestre de 2014

    Benguela - O Conselho do Governo Provincial de Benguela está a apreciar nesta quarta-feira o relatório de execução financeira do primeiro semestre de 2014, numa reunião que decorre sob orientação do governador Isaac Maria dos Anjos.

  • 13/01/2015 19:03:03

    Benguela: Projectos sociais absorvem mais de um bilião de kwanzas na Ganda

    Ganda - Um bilião, 233 milhões, 930 mil e 59 kwanzas é o valor financeiro previsto para as despesas no município da Ganda, província de Benguela, no exercício económico de 2015, visando a execução de diversos projectos sociais com incidência na melhoria das condições de vida da população.

  • 13/01/2015 11:57:06

    Benguela: Bocoio com viveiro de palmeiras para produção de óleo

    Bocoio - Cem mil plantas de palmeiras de origem brasileira estão actualmente disponíveis num viveiro da fazenda Ceres, nas margens do rio Cubal Kissanji, no município do Bocoio, província de Benguela, visando fomentar, nos próximos tempos, a produção do óleo de palma.

  • 12/01/2015 18:36:44

    Benguela: Bocoio com viveiro de palmeiras para produção de óleo de palma

    Bocoio - Cem mil plantas de palmeiras de origem brasileira estão disponíveis num viveiro da fazenda Ceres, nas margens do rio Cubal Kissanji, no município do Bocoio, província de Benguela, visando fomentar, nos próximos tempos, a produção do óleo de palma.