Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

26 Junho de 2012 | 20h08 - Actualizado em 27 Junho de 2012 | 11h16

Governante inaugura unidades industriais

Indústria

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corte de fita pelo ministro da Geologia e Minas e da Indústria, Joaquim David

Foto: ANGOP

Luanda - Três unidades industriais vocacionadas ao fabrico de postes em betão, produção de gases medicinais, alimentares e industriais e de aço laminado a frio foram inauguradas hoje, no município de Icolo e Bengo, comuna de Mazozo, e no Pólo Industrial de Viana,  pelo ministro da Geologia e Minas e da Indústria, Joaquim David.


As fábricas pertencentes à empresa ACAIL  ANGOLA S.A. estão orçadas em 38 milhões de dólares norte-americanos e têm como missão, no mercado nacional, a aposta na qualidade e certificação dos seus produtos e serviços, mantendo uma oferta competitiva, constante e estável em quantidade e variedade.


Acail Angola, do município de Mazozo, produz postes em betão para os apoios de cabos eléctricos de transporte de energia em baixa, média e de alta tensão, incluindo PT aéreos,  alinhamento e amarração de linhas eléctricas.


Esta unidade está preparada para produzir, no futuro, postes até 30m de  altura e 10 mil kg de resistência. Actualmente a capacidade de produção é de 16 mil postes/ano.


No futuro, a fábrica prevê produzir tubos em betão de grandes dimensões para o saneamento e transporte de água, prevendo-se uma capacidade produtiva de 12 mil tubos/ano.

 
O administrador da empresa, Nuno Andrade, referiu que existem, neste momento, 14 linhas de montagem que vão produzir 60 postes/dia.


Adiantou que foram criados 50 postos de trabalho directos e 150 indirectos.


A Acail Angola, no Pólo Industrial de Viana, vai produzir aço laminado a frio, malha-sol em rolo e painel. Nesta unidade efectua-se corte e moldagem de ferro e armaduras para estacas de fundações.


O aço laminado a frio produzido é utilizado como matéria-prima para a produção de malha-sol em painéis ou endireitado e cortado à medida e em rolo.


Nas armaduras em ferro para estacas de fundação,  a fábrica tem capacidade para produzir 10 estacas/dia.


Deste modo a empresa produz 30 mil quilos/dia de malha-sol , 80 toneladas de aço laminado,  320 painéis e 60 rolos.


Na área de produtos siderúrgicos, a empresa pretende montar uma linha de produção para corte em alta definição de chapas de aço.


Por outro lado, a unidade de produção de gases medicinais, fabrica gases medicinais e alimentares de elevada pureza. A fábrica fornece oxigénio líquido medicinal, remodela e constrói linhas para o fornecimento de fluidos gasosos (oxigénio, prótoxido de azoto, ar respirável ) e de equipamentos médicos e material hospitalar.


A empresa tem capacidade instalada para produzir 25 mil litros de gases por dia.