Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

19 Março de 2014 | 05h00 - Actualizado em 19 Março de 2014 | 12h32

Porto de Luanda distinguido "Melhor Terminal Regional de Contentores"

Luanda - No decurso dos investimentos do Porto de Luanda nos últimos cinco anos, a empresa portuária recebe esta sexta-feira (21), em Bruxelas, na Bélgica, o prémio de "Melhor Terminal Regional de Contentores", no âmbito dos galardões outorgados pela plataforma internacional de portos Crans Montana.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Porto de Luanda distinguido melhor Terminal Regional de Contentores

Foto: Clemente


Para o efeito, dois responsáveis da empresa pública partiram terça-feira de Luanda com destino àquela cidade do centro da Bélgica, para, em representação do Presidente do Conselho de Administração do Porto de Luanda, Francisco Venâncio, receberem o prémio.

O prémio de “Melhor Terminal Regional de Contentores”, ora atribuído pela Crans Montana, é uma das 11 categorias criadas por esta plataforma internacional para distinguir e incentivar as autoridades ligadas às actividades portuárias.

Em declarações à Angop, o director comercial do Porto de Luanda, Manuel Francisco Zangui, considerou a distinção um marco importante no processo de internacionalização da actividade do porto, bem como dos seus gestores, embora tenha reconhecido, por outro lado, que o Porto de Luanda está próximo a um estado de saturação. Uma situação que poderá ser ultrapassada com a entrada em funcionamento de uma nova unidade portuária de Luanda, a ser erguida na localidade da Barra do Dande, cerca de 50 quilómetros a norte da capital.

“O Porto de Luanda está a chegar a uma fase de saturação. A estrutura precisa crescer, mas não temos muito espaço para isso. Com a entrada em jogo do novo porto, vamos estar melhor contextualizados, no quadro de desenvolvimento económico do país, por um lado, e no âmbito da actividade portuária em África, por outro”, argumentou o responsável.

O novo porto comercial de Luanda vai ajudar a atender a crescente demanda de navios e mercadorias que escalam a actual infra-estrutura portuária da cidade que em 2013 registou um tráfego de navios de longo curso de 1.119, e movimentou 912 mil e 898 TEUS (medida padronizada de contentores), cerca de 220 mil e 972 a mais, comparativamente a 2012.

Os números denunciam claramente a necessidade urgente de se aumentar a capacidade de gestão da entrada de mercadorias pelo Porto de Luanda, como reconheceu o director comercial da estrutura, acrescentando que esta realidade exigiu ao Porto de Luanda mais investimentos nas infra-estruturas.

“Se olharmos para os dados dos últimos cinco anos, o crescimento nota-se, tanto em termos de produção, contentorização, tonelagem e de navios que atracam. Este crescimento obrigou a gestão do porto a redobrar forças em termos de investimentos”, esclareceu o responsável, sem avançar os números que compreendem tais investimentos.

Nos últimos anos, o Porto de Luanda registou grande expansão no comércio angolano, sendo que no primeiro semestre de 2013 registou um aumento de 68 porcento na movimentação de cargas. No final de 2013, estima-se que 600 mil contentores tenham sido movimentados no porto da capital, quando em 2007 houve 150 mil contentores movimentados.

No Plano Nacional de Desenvolvimento 2013-2017, o Executivo atribui “especial prioridade” a estes projectos, prevendo investir cerca de 8,8 mil milhões de dólares neste sector no decurso dos próximos cinco anos.

Assuntos Economia  

Leia também
  • 04/02/2019 12:48:02

    Luanda acolhe Fórum Empresarial França-Angola

    Luanda - Um Fórum Empresarial França-Angola, que contará com a participação de uma comitiva de representantes de grandes empresas francesas do Movimento de Empresários Francês (MEDEF), será realizado na próxima terça-feira (5), em Luanda.

  • 02/02/2019 07:25:27

    Metas do Prodesi passam por financiamento bancário

    Luanda - Os bancos comerciais terão papel fundamental, através da disponibilização do crédito, nos projectos do Programa de Apoio à produção, diversificação das exportações e substituição das importações "PRODESI", argumentaram economistas ouvidos pela Angop.

  • 02/02/2019 06:20:13

    Economistas consideram oportuna revisão do OGE/2019

    Luanda - O economista Lopes Paulo considerou nesta quinta-feira, em Luanda, um imperativo a revisão em baixa do Orçamento Geral do Estado (OGE/2019), com preço referência do barril de petróleo a situar-se entre 50 a 55 dólares.

  • 01/02/2019 20:07:05

    Construção da barragem de Baynes estimada em USD 1,2 mil milhões

    Cacuso - A construção da barragem hidroeléctrica Binacional de Baynes, com início previsto para 2021, no rio Cunene, fronteira entre Angola e a Namíbia, está estimada em 1,2 mil milhões de dólares, avançou hoje (sexta-feira), em Malanje, o ministro angolano da Energia e Águas, João Baptista Borges.