Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

20 Dezembro de 2016 | 12h10 - Actualizado em 20 Dezembro de 2016 | 12h10

Saurimo caminha para industrialização

Saurimo - A instalação da nova central termoeléctrica, no município de Saurimo, com a capacidade de produzir 19.6 megawatts de energia eléctrica, poderá impulsionar o sector da indústria na capital da província da Lunda-Sul.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Central termoeléctrica melhora abastecimento de energia à Lunda-Sul

Foto: Rosário dos Santos/arquivo

(Por Emitódio Muarilo)

Uma vez instalada a referida central termoeléctrica, a capacidade de energia em Saurimo poderá aumentar para 31.1 megawatts, o que facilitará o funcionamento das fábricas que estarão instaladas, por exemplo, nos futuros pólo industrial e parque de desenvolvimento empresarial e industrial.

A futura central, cuja data de instalação está prevista para o próximo ano (2017), comportará sete grupos geradores e será instaurada onde se encontra a actual central termoeléctrica, no bairro Txicumina, que tem uma capacidade de 11,5 megawatts de potência.

O equipamento, segundo fontes da direcção da Energia e Águas na Lunda-Sul, já se encontra em Angola e aguarda pela sua instalação.

Futuro Pólo Industrial de Saurimo

Perspectiva-se, com o aumento da capacidade de energia eléctrica, a implementação do Pólo de Desenvolvimento Industrial do Município de Saurimo, que vai ocupar uma área de mil hectares. A infra-estrutura faz parte de um total de sete empreendimentos do género a serem erguidos no país, através de uma linha de crédito da China.

De acordo com o director provincial da Geologia, Mina e Indústria na Lunda-Sul, Gildo Massua, a implementação do referido projecto (construção das infra-estruturas) está temporariamente condicionada, devido à actual conjuntura económica e financeira que o país enfrenta, mas todos os esforços estão a ser desenvolvidos, para que o mesmo possa concretizar-se, uma vez que já foram feitos os trabalhos de loteamento.

O responsável informou já terem sido certificados 25 empresários que pretendem instalar fábricas de produção de mobílias, de cerveja, de água mineral, de tintas, de sabão e outros detergentes, de chapas de zinco, de polpa e sumo de frutas, entre outras indústrias, acrescentando que o Ministério da Indústria já gizou políticas para atrair investidores, quer nacionais, quer estrangeiros, para o pólo.

Gildo Massua revelou que se perspectiva, igualmente, a montagem de uma mini-hídrica sobre a barragem do rio Luachimo, com o objectivo de suportar o fornecimento de energia eléctrica ao futuro pólo industrial, e realçou que, numa primeira fase, o projecto funcionará com grupos geradores.

Informou, também, que a província conta, actualmente, com 38 pequenas unidades industriais, consideradas de substância familiar, nomeadamente, panificadoras, fábricas de bloco, serrações e moagens, onde trabalham pelo menos 400 jovens.

Futuro parque de desenvolvimento empresarial e industrial

A par do futuro pólo, Gildo Massua fez saber que se pretende, ao mesmo tempo, a implementação de um parque de desenvolvimento empresarial industrial na localidade de Luary, no município de Saurimo, que vai ocupar uma área de 40 mil hectares. O director acrescentou que o mesmo, cujo objectivo é de promover o desenvolvimento e a competitividade industrial na região, está orçado em mais de 20 milhões de dólares.

Disse que o projecto estará dotado de infra-estruturas adequadas à actividade de pequenas e médias indústrias, entre as quais água, tratamento de resíduos sólidos, energia eléctrica, telecomunicações e vias de acesso, com um total de 80 lojas e 64 naves.

“O projecto do parque também está momentaneamente paralisado, face à crise económica que o país atravessa, mas encontra-se muito avançado, porque as estruturas metálicas já foram montadas, faltando apenas o tratamento de resíduos sólidos, energia eléctrica, telecomunicações e vias de acesso”, fez saber.

Outros projectos do sector

O responsável declarou que uma serração industrial para o processamento da madeira local, a fim de contribuir para o desenvolvimento da província da Lunda-Sul, vai ser construída nos próximos anos no município do Dala, 160 quilómetros a Sul da cidade de Saurimo.

Esclareceu, inclusive, que a serração é propriedade de uma empresa nacional, em parceria com estrangeiras, licenciada para explorar madeira na região, e acrescentou que a mesma vai garantir empregos, bem como quantificar os metros cúbicos de madeira explorada na província.

O director afirmou que a construção da barragem hidroeléctrica do Tshihumbwe, município do Dala, que vai gerar 12 megawatts de energia, será um factor principal que impulsionará a implantação da serração industrial na região.

Expectativas

Espera-se que a implantação do futuro pólo industrial, do parque de desenvolvimento empresarial de Saurimo e da serração industrial para o processamento da madeira venha contribuir, significativamente, para o desenvolvimento económico do mesmo município, com maior incidência para a geração de milhares de empregos para a juventude.

“As oportunidades de emprego que teremos, após a implementação destes projectos na nossa província, deverão servir de incentivo para os jovens, que terão de apostar no empreendedorismo, através de pequenas e médias empresas”, garantiu.

A implementação dos referidos projectos poderá incentivar e impulsionar outros sectores económicos, com a capacidade de gerar receitas para o Estado, atrair maior número de investidores na província e promover o turismo, a hotelaria e as pescas.

Leia também
  • 16/12/2016 14:59:13

    Lunda Sul: AGT satisfeita com receitas arrecadadas

    Saurimo - A Administração Geral Tributária considerou satisfatória as metas atingidas na arrecadação de receitas para os cofres do Estado, pela sétima região tributária, que comportam as províncias da Lunda Sul, Lunda Norte e Moxico, de Janeiro a Novembro do ano em curso.

  • 16/12/2016 12:48:41

    Lunda Sul: AGT arrecada mais de 9 biliões de kwanzas

    Saurimo - Nove bilhões, 18 milhões, 77 mil e 465 kwanzas, foram arrecadados para os cofres do Estado, de Janeiro a Novembro deste ano, pela 7ª região tributária, que compreende as províncias da Lunda Sul, Lunda Norte e Moxico, contra os 5 biliões, 804 milhões e 53 mil kwanzas do igual período de 2015.

  • 13/12/2016 22:29:20

    Lunda Sul: Plataforma Logística de Saurimo considera regional

    Saurimo - A Plataforma Logística (PL) a ser construída no município de Saurimo, no âmbito do Projecto da Rede Nacional de 44 plataformas do país, que visa o reforço da capacidade produtiva, industrial e de fomento da exportação nas regiões, será considerada regional, no corredor Leste de Angola.