Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

24 Setembro de 2016 | 12h01 - Actualizado em 24 Setembro de 2016 | 12h01 CONTEÚDO EXCLUSIVO

Angola: Fazenda Sacassange começa produzir para países vizinhos

Luena - O projecto agro-pecuário de Sacassange, na província do Moxico, está a criar condições para que, na campanha agrícola 2016/2017, possa produzir hortícolas, destinadas aos países vizinhos da SADC, com destaque para Zâmbia.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Moxico: Citrinos na fazenda de Sacassanje

Foto: Gaspar dos Santos

Além da área actual de cultivo a céu aberto de 2,5 hectares e das 100 estufas, a gestão do projecto, liderada pelo jovem director, Gil Coji, preparou uma área de 50 hectares, com um pivô central de 300 metros de raio, para

Para ler na íntegra aceda o serviço:

Assuntos Economia   Exclusivo  

Leia também
  • 24/09/2016 12:01:45

    Angola: Projecto agro-pecuário aumenta produção de aves

    Luanda - Com uma produção diária de nove mil e 450 ovos, a Fazenda Agro-Pecuária de Sacassange, localizada no município do Luena, província do Moxico, quer dar resposta à crescente procura, razão pela qual vai aumentar, a partir do próximo ano, a sua capacidade para 12 mil ovos/dia.

  • 24/09/2016 09:00:24

    Cuanza Norte: Preços de produtos da cesta básica reduz em Ndalatando

    Ndalatando - Os preços de alguns produtos da cesta básica registaram, nas últimas semanas, uma baixa nos mercados informal e formal da cidade de Ndalatando, sede da província do Cuanza Norte, dando certo conforto e poder de compra aos consumidores.

  • 24/09/2016 08:15:23

    Cuanza Norte: Destacada importância do turismo na erradicação da pobreza

    Ndalatando - O docente universitário Bumba de Castro destacou, nesta sexta-feira, em Ndalatando, capital do Cuanza Norte, a importância do turismo para a erradicação da pobreza e a diversificação económica do país, por ser uma actividade que cria oportunidades e oferece condições para o desenvolvimento de outras.