Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

28 Setembro de 2016 | 11h05 - Actualizado em 28 Setembro de 2016 | 11h05

Moxico: Empresário quer maior divulgação dos pontos turísticos da província

Luena - O empresário angolano Frederico Lucas, solicitou hoje, quarta-feira, no Luena, maior divulgação e valorização dos pontos turísticos desta província, para atrair mais turistas e contribuir na arrecadação de receitas para os cofres do Estado.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Moxico: empresário Frederico Lucas

Foto: David Dias

Em declarações à Angop, acerca dos sítios turísticos locais, admitiu que a província dispõe de muitas áreas interessantes para o turismo ecológico,  que carecem de maior divulgação para atraírem os empresários nacionais e estrangeiros e serem exploradas.

Mencionou como exemplo, a lagoa de Sacassange, a 15 quilómetros a sul da cidade do Luena, as margens do rio Dala Tchitali e a nascente do rio Luena que bem exploradas e divulgadas concorreriam para o desenvolvimento social e económico da região.

“Existem muitos pontos turísticos naturais conhecidos, cuja exploração possibilitaria aumentar o Produto Interno Bruto, diversificar as fontes de riqueza, ao mesmo tempo que gerariam empregos directos e indirectos à população, fundamentalmente, aos jovens” sublinhou.

Referiu que os principais sítios turísticos locais são também áreas históricas e, apesar da sua pouca divulgação e exploração, têm sido visitados esporadicamente por cidadãos nacionais e estrangeiros, mas sem gerar receitas.

Defendeu a necessidade do Governo trabalhar na melhoria das vias de acesso aos locais turísticos, de  modo a impulsionar e dinamizar a actividade e incentivar os potenciais investidores nacionais e estrangeiros para a sua exploração.

Leia também
  • 05/02/2019 19:14:15

    Angola quer ajuda francesa para edificar economia forte

    Luanda - O Executivo angolano está a contar com ajuda do Governo francês para a edificação no País de uma economia forte, menos dependente do petróleo, competitiva e capaz de gerar prosperidade.

  • 04/02/2019 12:48:02

    Luanda acolhe Fórum Empresarial França-Angola

    Luanda - Um Fórum Empresarial França-Angola, que contará com a participação de uma comitiva de representantes de grandes empresas francesas do Movimento de Empresários Francês (MEDEF), será realizado na próxima terça-feira (5), em Luanda.

  • 02/02/2019 07:25:27

    Metas do Prodesi passam por financiamento bancário

    Luanda - Os bancos comerciais terão papel fundamental, através da disponibilização do crédito, nos projectos do Programa de Apoio à produção, diversificação das exportações e substituição das importações "PRODESI", argumentaram economistas ouvidos pela Angop.

  • 02/02/2019 06:20:13

    Economistas consideram oportuna revisão do OGE/2019

    Luanda - O economista Lopes Paulo considerou nesta quinta-feira, em Luanda, um imperativo a revisão em baixa do Orçamento Geral do Estado (OGE/2019), com preço referência do barril de petróleo a situar-se entre 50 a 55 dólares.