Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

16 Junho de 2017 | 19h17 - Actualizado em 16 Junho de 2017 | 19h17

Angola: Recomendação das Finanças para redução de despesas públicas, destaque da semana

Luanda - A recomendação feita pelo Ministério das Finanças, no sentido das instituições públicas conterem as despesas e renegociarem os contratos, visando a redução da dívida pública, constituiu um dos assuntos noticioso mais relevante do noticiário económico da semana.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

O Ministério das Finanças, representado pela secretária de Estado do Orçamento, Aia-eza Silva, lançou um repto aos deputados, na Assembleia Nacional, que é extensivo aos gestores e agentes públicos, para fazerem um esforço em baixar os níveis de despesas a fim de o Estado poder quitar as dívidas acumuladas.

Na mesma sessão, na qual foi apreciada a Conta Geral do Estado 2015, avançou-se que o OGE do exercício Fiscal 2015 registou um défice de mais de 456 biliões de kwanzas.

E ainda no âmbito dos défices que o país regista, o secretário de Estado da Agricultura, Carlos Alberto Pinto, disse que as necessidades de carnes bovina de Angola estão estimadas em 270 mil toneladas/ano.

A semana, que registou várias matérias noticiosas, destaque para apreensão, na província do Cuanza Norte, 149 metros cúbicos de madeira em toro, numa operação desencadeada pelos fiscais do Instituto de Desenvolvimento Florestal (IDF), no âmbito das acções de combate à exploração ilícita de recursos florestais.

Neste âmbito, também foi notíciada a abertura da campanha florestal 2017/2018, que determina a quota de 228 mil e 864 metros cúbicos de madeira em toro explorável que pode ser licenciado este ano em todo o país.

Ainda no sector agrícola destaque para chegada de 29 mil toneladas de fertilizantes, provenientes do Reino de Marrocos,  em Luanda, para permitir aumentar a produção agrícola no país, num acto presenciado pelo ministro da Agricultura, Marcos Nhunga.


Em declarações à imprensa, depois de testemunhar a atracção do navio no Porto de Luanda com os fertilizantes, o ministro da Agricultura informou que a chegada da primeira embarcação está enquadrada no âmbito do memorando assinado com o Reino de Marrocos, para fornecer os adubos ao país a preços acessíveis.
 

“É o primeiro barco, daqui para frente virão mensalmente um barco ao país que vai permitir que possamos ter até a fim do ano mais de 150 mil toneladas ao país, representando 10 vezes mais aquilo do que o país normalmente adquiria”, disse.
 

A semana ficou igualmente marcada pela realização em Ndalatando, Cuanza Norte, do Conselho Consultivo do Ministério das Pescas na abertura da qual a titular da pasta desafio o empresariado local a apostar na aquicultura, com realce, para produção do cacusso e bagre, por existir em abundância nos rios e lagoas da província.

Referiu que a aposta neste segmento de negócios contribuirá igualmente para segurança alimentar do país e da região, em particular, aumentando o fornecimento de proteína animal de qualidade, a renda familiar e das empresas.

A criação de empregos para os jovens e mulheres processadoras e vendedoras dos produtos da pesca, dando corpo ao programa do governo de combate à fome e à pobreza foram outras das vantagens que a aposta nesta área pode proporcionar.

Por seu turno, o governador do Cuanza Norte, José Maria Ferraz dos Santos, fazendo as honras da casa, considerou o evento um momento propício para o sector traçar as suas estratégias de desenvolvimento para o próximo quinquénio, 2017-2022, aliadas ao programa de governação do MPLA para este mesmo período.

No sector financeiro, mereceu destaque o crédito que o Sindicato bancário, liderado pelo Banco de Negócios Internacional (BNI), concedeu ao Ministério das Finanças mediante a emissão de Títulos do Tesouro até 10 anos, no valor o equivalente em kwanzas a 400 milhões de dólares norte-americanos, para Barragem de Laúca, em construção no rio Kwanza.

 A Angop publicou também que o Ministério dos Transportes receberá um “crédito adicional” no Orçamento Geral do Estado 2017 de mais de 30 mil milhões de kwanzas, para suportar as suas despesas no âmbito do Programa de Investimento Público.

A semana registou igualmente o facto da deslocação do presidente do Conselho de Administração do Banco de Poupança e Crédito (BPC), Ricardo de Abreu, acompanhado de uma equipa de quadros seniores da instituição, que está a efectuar um périplo pela Alemanha, França, Espanha e Portugal, visando a normalização e o retomar efectivo das relações institucionais com os bancos correspondentes desses países.

Constituiu também facto noticioso a celebração do contrato de investimento avaliado em dez milhões e cinquenta mil dólares norte-americanos entre a Unidade Técnica para o Investimento Privado (UTIP) e a empresa Tidiane Trading, Lda.

Durante o período em análise, também foi manchete os indicadores de desempenho do Porto de Luanda que registou, no primeiro trimestre deste ano, uma frequência de dois navios de longo curso/dia, vindos de diversos países do mundo, apresentando um decréscimo na ordem dos seis porcentos relativamente ao período homólogo de 2016.

Não menos importante, foi a reafirmação da entrada em funcionamento, prevista para finais do mês de Julho, de duas primeiras turbinas a gás, das seis previstas no projecto do ciclo combinado do Soyo, província do Zaire, com capacidade cada uma de 120 megawatts.

Assuntos Resenha  

Leia também
  • 03/06/2017 06:15:42

    Angola: Retoma da FILDA destaque económico da semana

    Luanda - O anúncio da retoma da Feira Internacional de Luanda (FILDA) um ano depois da sua interrupção, devido à crise económica que o país atravessa, constitui o destaque do noticiário económico da semana.

  • 27/05/2017 05:45:08

    Inauguração das Grandes Moagens, destaque da semana

    Luanda - A inauguração pelo ministro da Defesa Nacional, João Lourenço, da primeira fábrica do consórcio Grandes Moagens de Angola (GMA), com capacidade para processar mil e 200 toneladas de trigo, 930 de farinha de trigo e 260 toneladas de farelo/dia, foi matéria de capa do noticiário económico da semana.

  • 13/05/2017 06:30:47

    Encontro do Ministério da Agricultura com investidores, destaque da semana

    Luanda - O encontro promovido pelo Ministério da Agricultura, que reuniu agentes económicos ligados à banca comercial, sector agrícola, seguradoras, entre outros investidores, que partilharam informações sobre oportunidades de negócios no ramo agro-pecuário, constituiu destaque do noticiário económico da semana.

  • 06/05/2017 05:30:32

    Sonangol na Conferência de Offshore nos EUA marca noticiário económico

    Luanda - A participação da Sonangol Holdings, pela primeira vez com as suas participadas, na Conferência de Tecnologia Offshore (OTC), que decorreu de 01 a 04 deste mês, em Houston, Texas (EUA), com vista a dar maior divulgação do trabalho da companhia, constituiu destaque do noticiário económico da semana, que hoje (sábado), termina.