Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

19 Junho de 2017 | 15h16 - Actualizado em 19 Junho de 2017 | 15h17

Cuanza Norte: Centro de Larvicultura do Mucoso implementa projecto de produção de peixe bagre

Ndalatando - Um projecto que visa a produção de alevinos de peixe bagre está a ser implementado, desde Maio último, no Centro de Larvicultura do Mucoso, localizado na comuna de Massangano, município de Cambambe, província do Cuanza Norte, informou esta segunda-feira, o responsável da instituição, Evaristo Manuel Lourenço.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Cuanza Norte: centro de larvicultura do Mucoso

Foto: Eliseu Veloso

Em declarações à Angop, o responsável disse que o projecto, ainda em experimentação, conta com quatro mil alevinos de bagre em fase de engorda e a meta é produzir 13 toneladas desta espécie, ate Março de 2018.

Para além de alevinos, disse, o centro possui também cerca de 30 mil peixes da espécie tilápia (cacusso) que começam a ser colocados à disposição do mercado, a partir desta quarta-feira, para a comercialização.

Esclareceu que o peixe produzido naquele centro tem como principal destino os mercados de Luanda, através da Edipesca, empresa tutelada do Ministério das Pescas vocacionada a distribuição e venda de pescado, mas também está a trabalhar-se na criação de políticas para que a população do Cuanza Norte, região onde o mesmo está instalado, beneficie também desta produção.

Com capacidade de produzir dois milhões de larvas por ano, o Centro de Larvicultura de Tilápia, possui actualmente, em fase de criação, 150 mil alevinos, para comercialização e apoio a projectos de fomento da actividade aquícola. Na primeira fase do projecto foram produzidos mais de 650 mil alevinos todos já comercializados.

Disse que a meta é atingir, até 2018, a produção de dois milhões de alevinos, correspondente a capacidade instalada da unidade

O empreendimento, inaugurado em  2015, é um projecto implementado pelo Ministério das Pescas no âmbito do programa de fomento da aquicultura (criação de peixes em reservatórios) e tem como principal objectivo a produção intensiva de alevinos para o fomento da piscicultura no país.

O centro contempla também etapas de engorda e comercialização do pescado e possui 18 tanques de 450 metros cúbicos cada para criação de peixe, bem como aglutina uma fábrica de gelo para a conservação do produto, armazéns, entre outras dependências.

Dezanove técnicos assessorados por especialistas cubanos asseguram o funcionamento da unidade de produção de alevinos da tilápia.

Leia também
  • 14/07/2017 14:49:31

    Cuanza Norte: Quiculungo vai colher 80 toneladas de café

    Quiculungo - O município do Quiculungo, província do Cuanza Norte, prevê colher, na presente campanha agrícola 2017/2018, cerca de 80 toneladas de café mabuba, menos 160, em relação a campanha anterior.

  • 06/07/2017 19:44:33

    Angola recebe prémio "Edouard Saouma" da FAO

    Luanda - O Ministério das Pescas de Angola, através da sua titular da pasta, Victória de Barros Neto, recebeu quarta-feira, em Roma, o prémio internacional "Edouard Saouma" 2017 da FAO, das mãos do seu director-geral, Graziano da Silva.

  • 30/06/2017 08:53:46

    Cuanza Norte: Barragem de Cambambe denota compromisso do governo

    Dondo - Os investimentos feitos para edificação da segunda central da barragem de Cambambe, na província do Cuanza Norte, inaugurada quinta-feira pelo Vice-Presidente da República, Manuel Domingos Vicente, denota o compromisso do governo angolano para o futuro das populações, consideraram alguns expatriados que trabalharam na execução do projecto.

  • 30/06/2017 01:20:29

    Obras da barragem de Cambambe envolvem cidadãos de 25 nacionalidades

    Ndalatando - Dez mil cidadãos, de 25 nacionalidades, estiveram envolvidos no projecto de ampliação de modernização da barragem de Cambambe, situada na província do Cuanza Norte (iniciado em 2009) e que permitiram elevar a capacidade de produção do referido complexo hidroeléctrico, de 520 para 960 megawatts de energia eléctrica.