Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

17 Julho de 2017 | 11h01 - Actualizado em 17 Julho de 2017 | 11h07

Inaugurada Academia de Pescas no Namibe

Luanda - A Primeira Academia de Pescas e Ciências do Mar foi inaugurada hoje, na cidade de Moçamedes, província do Namibe, pelo Vice-presidente da República, Manuel Vicente.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Academia de Pescas e Ciências do Mar do Namibe

Foto: Pedro Parente

A  academia  que vai albergar 500 alunos, é uma instituição de ensino superior ligada ao sector das pescas, que tem como objectivo principal a formação de especialistas e técnicos na área das pescas e ciências do mar na República de Angola.

A instituição é constituída por três faculdades, nomeadamente a de Pescas, de Processamento de Pescado e de Exploração de Recursos Aquáticos.
 

Assuntos Angola  

Leia também
  • 17/07/2017 11:25:07

    Brent abre em alta em Londres

    Londres - O barril de petróleo Brent para entrega em Setembro abriu nesta segunda-feira em alta no International Exchange Futures (ICE) de Londres, cotado a US$ 49,04, uma variação de 0,13% em relação ao fecho de sexta-feira.

  • 14/07/2017 15:36:34

    Angola: Índia apoia processo de diversificação da economia do país

    Luanda - A Índia vai continuar a apoiar o processo de diversificação da economia do país, apostando na agricultura, produtos farmacêuticos, têxteis e energia renováveis, disse hoje, em Luanda, o embaixador da República da Índia em Angola, Sushil Singhal.

  • 14/07/2017 12:55:46

    Angola:Técnicos angolanos analisam matérias sobre branqueamento de capitais

    Luanda - Mais de trinta técnicos angolanos de várias instituições financeiras do Estado estão a ser formados, hoje, em Luanda, sobre a metodologia para a avaliação nacional de riscos de branqueamento de capitais, com o objectivo de, em 2018, produzirem o relatório de avaliação nacional de riscos.