Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

17 Julho de 2017 | 19h07 - Actualizado em 17 Julho de 2017 | 19h34

Namibe: Academia de Pescas vai reduzir défice de quadros

Moçamedes- O director das Pescas no Namibe, Isaac Cativa, disse hoje nesta cidade, que a entrada em funcionamento da Academia de Pescas e Ciências do Mar vai reduzir o defice de quadros de nível superior neste ramo.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Academia de Pescas e Ciências do Mar

Foto: Pedro Parente

Falando à Angop,  à margem da inauguração da Academia e Pescas e Ciências do Mar, Isaac Cativa salientou que o  deficit que o sector enfrenta  está ligado as áreas das pescas,  processamento e transformação.

“Com a abertura desta unidade académica vamos dentro de pouco tempo ter o problema de quadros resolvido, principalmente, no nível superior”, acrescentou.

O vice-governador para a área económica, Alcides Gomes Cabral, aconselhou aos jovens dos vários pontos do país a abraçarem os distintos cursos disponíveis na academia e dela tirarem o melhor proveito em termos de conhecimento técnico e cientifico.

O governador da província da Huila, Marcelino Tchipingue, disse na ocasião que o novo empreendimento vai ajudar na formação de quadros na região Sul do país.

“ Temos agora que trabalhar com os nossos jovens no sentido de aderirem aos  cursos que a academia possui,  e num curto espaço de tempo termos já na nossa região quadros que possam contribuir com o seu conhecimento para o desenvolvimento da nossa nação”, sublinhou.

A infra-estrutura académica de nível superior comporta 50 salas de aulas, 30 laboratórios, casa de máquinas, edifício de simuladores, piscina olímpica para a prática de natação, centro de salvamento e combate a incêndios e lar para os estudantes.

A academia comporta três faculdades,  e,  para o presente ano lectivo,  foram abertos apenas seis cursos, dos 14 previstos. Tratam-se dos cursos de navegação, mecânica naval, administração e gestão, recursos marinhos, aquicultura, tecnologia organização e processamento de pescado.

Neste momento a academia funciona com 52 docentes e 36 funcionários administrativos, estando matriculados neste presente ano lectivo 576 estudantes.

Assuntos Província » Namibe  

Leia também
  • 12/07/2017 18:32:15

    Namibe: Refinaria cria três mil postos de trabalho

    Moçamedes -Três mil novos empregos serão criados no município de Moçamedes, província do Namibe, com a construção da refinaria Petroquímica, assim como das infra-estruturas integrada de apoio ao projecto,, avaliada em 12 mil milhões de dólares norte-americano.

  • 12/07/2017 17:16:03

    Namibe: Refinaria do Namibe vai custar USD 12 mil milhões

    Moçamedes - Uma refinaria petroquímica, avaliada em USD 12 mil milhões, para aumentar a oferta de derivados de petróleo no mercado, começa a ser construída ainda este ano, na província do Namibe.

  • 11/07/2017 15:58:13

    Namibe: Porto do Namibe vai impulsionar desenvolvimento regional

    Moçamedes - A implementação da segunda fase do projecto de reabilitação e modernização do Porto do Namibe permitirá impulsionar o desenvolvimento das províncias da Huila, Namibe, Cuando Cubango e Cunene, afirmou hoje o ministro dos Transportes, Augusto da Silva Tomás.