Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

07 Outubro de 2017 | 12h00 - Actualizado em 08 Outubro de 2017 | 10h59

Benguela: Alassola vai arrecadar meio milhão de dólares com exportação de fios de algodão

Lobito - A fábrica privada de produtos têxteis- Alassola localizada, no município de Benguela, prevê arrecadar meio milhão de dólares norte-americanos com a exportação, para Portugal, dos primeiros 15 contentores com mais de 150 toneladas de fios diversos, a partir do Porto Comercial do Lobito, no âmbito da política de diversificação da economia em curso no país.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Benguela: fábrica têxtil

Foto: Rosário Miranda

A informação foi prestada  sexta-feira, na cidade do Lobito, durante o lançamento da primeira exportação da fábrica têxtil, pelo Presidente do Conselho de Administração da Alassola, Tambwe Mukaz, assegurando que com esta arrecadação a empresa vai minimizar a falta de cambiais com que a unidade tem se deparado para a aquisição de matéria-prima e que garantirá a produção sem interrupção.

Lembrou, que até ao dado momento,  a fábrica estava com bastante dificuldades para a produção do algodão no país e, 55 por cento do custo de produção era cm matéria-prima (algodão).

Tambwe Mukaz considerou, que este feito é um marco histórico para a empresa e o país, pois o mercado europeu é bastante exigente e prima pela qualidade e que tem a produção nesses parâmetros para poder ter aceitação em qualquer mercado internacional.

Referiu que, com a unidade a funcionar de forma ininterrupta, à luz do plano director com três turnos, pretende gerar cerca de  mil e 200 postos de trabalho directos, um facto que vai permitir alcançar metas mais ambiciosas do ponto de vista de produção e exportação.

Por outro lado, o vice-governador de Benguela para a área económica e produtiva, Gika Morais, que testemunhou a cerimónia, disse que a reabilitação, ampliação e modernização da Alassola foi um desafio do governo plasmado no plano de desenvolvimento 2013/17, que visa fundamentalmente reduzir as importações e fomentar as exportações.

Gika Morais disse que, com esta exportação para Portugal a província de Benguela está de parabéns e repõe, de facto,  o potencial que possui no sector têxtil e a empresa Alassola "vem contrapor este momento menos bom da situação macroeconómica que o país vive".

A fábrica a Alassola é uma empresa 100 porcento de direito angolano do sector têxtil de carácter vertical, que opera na província de Benguela a menos de um ano.

Como empresa privada tem desencadeado um processo de investimento, reabilitação e ampliação das infra-estruturas e revitalização da indústria têxtil no país, com a reactivação da ex-Àfrica Têxtil, cobre a cadeia de produção, excepto a produção intermédio que é o fio de algodão.

A sua unidade industrial está vocacionada para a produção de fios, tecidos, toalhas, lençóis e cobertores de cama, fronhas, toalhas de mesa, guardanapos e afins, e está implantada numa área de 120 mil metros quadrados e construída em 70 mil metros quadrados, com uma capacidade de colaboradores de 170, entre os quais, cinco expatriados.

A ex-África têxtil paralizou em 1998, declarou falência no ano 2000, foi inaugurada pelo primeiro presidente da República, António Agostinho Neto, em 1979 e em 2012, a Alassola deu início as obras de reabilitação, ampliação e modernização, tendo iniciado a sua actividade oficial a 30 de Novembro de 2016.

Leia também
  • 05/10/2017 18:58:13

    Benguela: Checos pretendem fornecer equipamentos agrícolas para Angola

    Benguela - Empresários checos estão interessados em estabelecer parcerias com os angolanos, sobretudo no fornecimento de vários tipos de equipamentos para agro-pecuária, avicultura e aquicultua, anunciou hoje em hoje, em Benguela, o director comercial da empresa Agrico, Michal Karmazín.

  • 05/10/2017 17:35:36

    Benguela: Receitas tributárias aumentam em mais de AKz 2,5 biliões

    Baía Farta - As receitas tributárias em Benguela tiveram um aumento de mais de dois biliões e meio de kwanzas, no período de Janeiro a Setembro deste ano, comparativamente ao período homólogo do ano 2017, informou hoje o chefe adjunto da repartição fiscal, Serafim Cipriano.

  • 04/10/2017 18:14:41

    Benguela: Empresários da República Checa exploram oportunidades de negócio

    Benguela - Uma comitiva de empresários da República Checa iniciou uma visita à província de Benguela, litoral-centro de Angola, com o propósito de se inteirar sobre as oportunidades de negócio e estabelecer parcerias com empreendedores locais.