Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

12 Outubro de 2017 | 19h13 - Actualizado em 12 Outubro de 2017 | 19h30

Angola vai contar com navio de pesquisa marinha

Luanda - Angola vai contar, a partir do próximo ano, com um navio de pesquisa marinha denominado "Navio Oceanográfico de Investigação Científica Baia Farta", com vista a aprofundar a descoberta e identificação de novos recursos marinhos na costa angolana e regional.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Governantes recebem explicações do funcionamento do Navio de investigação científica da Noruega

Foto: Rosário dos Santos

A garantia foi dada nesta quinta-feira, em Luanda, pela ministra das Pescas e do Mar, Victória de Barros Neto, tendo referido que o navio angolano de investigação marinha está a ser construído na Holanda e chegará no país no próximo ano.

A governante falava a bordo do navio de pesquisa norueguês, Dr. Fridtjof Nansen, que realiza desde o dia 21 de Setembro trabalhos de investigação ao longo da costa angolana, embarcação que atracou hoje no Porto de Luanda. As investigações vão até 14 de Novembro próximo.

Victória de Barros Neto destacou a chegada do navio angolano como factor decisivo para reforçar a pesquisa de diversas espécies marinhas.

Segundo a ministra, os resultados e as experiências obtidas na investigação do navio norueguês serão aplicadas e reflectidas no navio angolano.

Afirmou que a parceria entre Angola e Noruega no sector das pescas evoluirá para o desenvolvimento de centros comuns de dados, onde os cientistas poderão interagir e partilhar os resultados da investigação, criando uma abordagem mais abrangente e integrada para outras ciências relacionadas com os oceanos.

Referiu que os navios de pesquisa da Noruega têm contribuído de forma significativo no aprofundamento do conhecimento dos oceanos e do mar de diversos países do mundo, particularmente em Angola, desde 1985.

Afirmou que os navios da Noruega têm realizado, anualmente, campanhas de investigação científica ao longo da costa angolana, com objectivo de estimar e estudar a abundância dos principais recursos pesqueiros e relacionar a sua dinâmica com a variabilidade ambiental.

Com estas campanhas, prosseguiu, o país orgulha-se de ter uma série de dados de 31 anos, que se considera como um património nacional que permite ter uma informação segura da biodiversidade marinha e base científica necessária para uma exploração racional e sustentada dos recursos marinhos.

 O acto inaugural do navio Dr. Fridjof Nansen foi testemunhado pelo ministro dos Transportes, Augusto Tomás, ministra do Ambiente, Paula Coelho, governador de Luanda, Adriano Mendes de Carvalho, corpo diplomático acreditado em Angola e o encarregado de Negócios da Embaixada da Noruega, Havard Hosnes.

Na ocasião, os dirigentes tiveram a oportunidade de visitar vários compartimentos que compõem o navio, onde receberam várias explicações sobre o funcionamento deste meio de transporte marítimo.

O navio Dr. Fridjof Nansen, composto por 15 tripulantes e técnicos noruegueses e angolanos, é o terceiro com esta denominação e um dos maiores do mundo, cuja tecnologia permite fazer o mapeamento de recursos marinhos, assim como determinar o nível de poluição do mar, sobretudo a nível dos micro plásticos, uma ameaça cada vez mais crescente.

A cooperação entre Angola e a Noruega, no âmbito do programa Nansen, é uma parceria que data de 1985, ano em que o primeiro navio realizou o primeiro cruzeiro na costa de África, incluindo Angola.

Além dos recursos pesqueiros, os dois países possuem também acordos de cooperação nas áreas dos petróleos, das energias renováveis e dos direitos humanos, sendo Angola o maior parceiro económico da Noruega em África.

Assuntos Economia  

Leia também
  • 12/10/2017 18:46:20

    Malanje: Direcção da Juventude e Desportos promove feira de negócios

    Malanje - Uma feira de oportunidades de negócios será promovida nos dias 20 a 29 deste mês, na cidade de Malanje, pela Direcção Provincial da Juventude e desportos, visando fomentar a criação e ampliação de novos projectos voltados ao auto-negócio.

  • 12/10/2017 18:35:24

    Malanje: BFA abre terceira agência na província

    Malanje - Uma nova agência do Banco de Fomento Angola (BFA) foi inaugurada hoje (quinta-feira), no bairro da Cangambo, arredores da cidade de Malanje, no quadro da política da instituição de expandir e aproximar os seus serviços aos clientes.

  • 12/10/2017 15:18:32

    Moxico: Cameia deixará de produzir arroz

    Luena - Camponeses do município da Cameia, província do Moxico, vão deixar de produzir arroz na presente campanha agrícola, por falta de máquinas de descasques do cereal.