Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

01 Novembro de 2018 | 17h10 - Actualizado em 01 Novembro de 2018 | 17h10

Seguradoras aplicam AKz 146 mil milhões em investimento

Luanda - As seguradoras e sociedades gestoras de fundos de pensões investiram, no ano transacto, 146 mil milhões, 499 milhões, 444 mil e 214 kwanzas (equivalente a 882 milhões, 531 mil e 582 dólares norte-americanos), no âmbito da dispersão da carteira de risco.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Carlos Rosado de Carvalho, Director do Jornal Expansão, promotor o evento

Foto: Lino Guimaraes

A nível da  estrutura da carteira de investimento, a maior concentração dos investimentos deu lugar aos  depósitos em instituições de crédito, no valor  de 59 mil milhões, 588 milhões, 762 mil  e 797 kwanzas, estando na ordem dos  40,68%.

De acordo com  dados  avançados nesta quinta-feira,   em Luanda,   no 3º Fórum Seguros “ Resseguro e Co-Seguro”, uma iniciativa do  Jornal Expansão, 36,71% , num valor  de  53 mil milhões, 782 milhões, 598 mil e 130 kwanzas foram investidos  em imóveis.

Sem  dados  comparativos  com o período  homologo (2016),  as  seguradoras  investiram  também   em títulos  de rendimentos variáveis e  fixos,  depósitos  junto   de  empresas  cedentes.

Actualmente,  a  quota  de mercado  das seguradoras  é liderada  pela  Ensa-Seguros de  Angola ( 38%) Saham (15,49%),  Fidelidade (11,7%), Nossa (8,35%),  Global  Seguros (7,57%) ,  Bonws (3,6%), entre  outros.

O documento  apresentando pelo da  direcção de Supervisão  e Inspecção da  Arseg,  Silvano  Pinto Adriano,  também  faz menção do mercado dos  fundos  de pensões,  que  conta actualmente com  oito  entidades  que  gerem  31  fundos  entre  abertos e  fechados.

Em 2017,  as contribuições  deram  em  710 milhões, 344 mil e 452 mil kwanzas  em  fundos abertos  e quatro  mil milhões, 258 milhões,  804 mil e 118 kwanzas  em  fechados.

O 3º fórum seguro promovido pelo Jornal Expansão “O Resseguro e o Co-Seguro” serviu para identificar as principais tendências do sector para apontar caminhos e sugerir medidas de política e acções com o objectivo de contribuir para a afirmação em Angola de companhias seguradoras sólidas para mitigar riscos e contribuir para financiar a economia, ajudando à criação de emprego e geração de riqueza.

Assuntos Seguros  

Leia também
  • 01/11/2018 17:26:12

    Prémios de seguros atingem AKz 116 mil milhões

    Luanda - Cento e dezasseis mil milhões, 397 milhões, 334 mil e 991 kwanzas é o valor de prémios de seguros registados, em 2017, pelas 27 seguradoras que operam no mercado angolano.

  • 01/11/2018 16:44:43

    Criação da AngoRe conta com parceria público-privada

    Luanda - A Empresa Nacional de Resseguros de Angola "AngoRe", que inicia actividade em 2019, será o resultado de uma parceria entre o Estado e investidores privados nacionais e estrangeiros, anunciou hoje o presidente da Agência Angolana de Regulação e Supervisão de Seguros (Arseg), Aguinaldo Jaime.

  • 25/10/2018 18:34:12

    Informações sobre seguros nas contas nacionais

    Luanda - O Instituto Nacional de Estatística (INE) e a Agência Angolana de Regulação e Supervisão de Seguros (Arseg) passam, doravante, a partilhar dados para produção de informações estatísticas oficiais sobre seguros e fundos de pensões do País, com base num memorando de troca de dados assinado hoje em Luanda entre as duas instituições.