Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

26 Novembro de 2018 | 18h00 - Actualizado em 26 Novembro de 2018 | 18h00

Conteúdo local participa com 10% na indústria petrolífera

Luanda - As empresas nacionais apenas participam com uma quota de 10 por cento do conteúdo local da indústria de exploração de petróleo e gás em Angola, informou hoje o presidente da Prodiaman, Pedro Godinho.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Conteúdo local no projecto Kaombo atingiu o recorde histórico de USD 2 mil milhões

Foto: Gaspar dos Santos

Empresa SONILS, um dos sustentáculos do conteúdo local angolano

Foto: Pedro Parente

Entre 2013 e 2014, segundo o responsável, a contribuição das empresas nacionais no conteúdo local atingiu o valor de 3,5 mil milhões de dólares norte-americanos.

Ao falar à imprensa na 2ª conferência africana sobre conteúdo local na indústria de petróleo e gás, Pedro Godinho disse que o Governo angolano definiu uma estratégia que passa pela associação das multinacionais, que operam no mercado nacional, com as empresas angolanas, para desenvolver o segmento do conteúdo local.

A este respeito, informou que 2014 foi o período mais alto da participação das empresas nacionais no conteúdo local, devido ao elevado nível de facturação e “know how”.

Tendo em conta o contexto de crise que o país e o sector enfrentam, entende ser importante a criação de leis que ajudem a consolidar a actividade das empresas nacionais, com maior oportunidade na prestação de serviços e bens na actividade de petróleo e gás.

Lembrou que, há 20 anos, as multinacionais que operavam no país traziam os bens e serviços e no final da sua actividade levavam os valores aos seus países de origem e o Governo reembolsava os custos operacionais que tinham no País.

Para Pedro Godinho, as empresas nacionais de conteúdo local, como a Sonamet e a Panael, que se dedicam ao fabrico de estruturas de plataformas de produção petrolífera, devem estarem ao mesmo nível das sul coreanas, americanas e de outros países.

As empresas nacionais prestam serviços de logística, engenharia, controlo de equipamentos subaquáticos e outras parcerias que prestam à indústria de petróleo e gás.

 Segundo o gestor, a aprovação de uma legislação sobre o conteúdo local na indústria de petróleo e gás vai evitar a dispersão nos conceitos e princípios que a actividade requer e a competitividade em termos de preços.

Por sua vez, o secretário de Estado dos Petróleos, Paulino Jerónimo, afirmou que as medidas tomadas pelo executivo sobre o conteúdo local visam relançar a indústria de petróleo e gás, que está quase paralisada.

Afirmou que o encontro constitui uma troca de experiência entre os vários países africanos e a exposição de várias empresas nacionais de conteúdo local.

A segunda conferência sobre Conteúdo Local na indústria de petróleo e gás do continente africano realizada, pela segunda vez, em Luanda, está a ser Promovida pela Organização dos Países Produtores de Petróleo Africanos (APPO). A primeira vez aconteceu em 2016.

Além dos países membros (Angola, Argélia, Benin, Camarões, Congo, RDCongo, Cote D Ivoire, Egipto, Guiné Equatorial, Gabão, Ghana, Líbia, Mauritânia, Níger, Nigéria, África do Sul, Sudão e Tchad), também estão a participar do encontro, que encerra terça-feira (27), empresas petrolíferas e prestadoras de serviços ao sector de petróleo e gás.

Participam do encontro empresas nacionais de produção de conteúdo local, como a Anglofex, Petromar, Erema, Sonamet, Sonils e Umbilicais.

Assuntos Petrolíferas  

Leia também
  • 02/07/2018 17:53:53

    Seminário de laboratórios do sector extractivo será em Setembro

    Luanda - Um seminário sobre a capacidade existente nos laboratórios dos sectores da mineração e exploração de petróleo poderá ser realizado, em Setembro próximo, no País.

  • 26/06/2018 13:22:33

    Sonangol e Equinor assinam memorando para exploração de petróleo

    Luanda - A Sonangol e a petrolífera estatal norueguesa Equinor ex-Statoil) assinaram hoje (terça-feira), em Luanda, um memorando, para que esta última continue a investir na exploração e contribua no aumento da produção de petróleo em Angola.

  • 16/06/2018 12:53:17

    Petrolífera promete recuperar cerca de 30 mil barris derramados

    Soyo - Cerca de trinta mil barris de petróleo bruto concentrados há 25 anos (desde 1993) nas bacias de retenção do antigo terminal de carregamento da operadora francesa "Total" na base petrolífera do Kinfuquena, no município do Soyo, província do Zaire, serão recuperados nos próximos tempos, pela Somoil.