Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

06 Dezembro de 2018 | 18h13 - Actualizado em 07 Dezembro de 2018 | 16h26

Angola gasta USD 66 milhões em importação de frangos

Luanda - A importação de frangos consome anualmente 66 milhões de dólares norte-americanos, disse hoje o director nacional da Agricultura, José Carlos Bettencourt.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Angola precisa aumentar capacidade de produção de frango de corte

Foto: rosário

Entretanto, dados divulgados pelo Ministério da Agricultura, em 2016, indicavam que o país gastou divisas calculadas em USD 450 milhões, em 360 mil toneladas de frangos importados naquele período.

José Carlos Bettencourt, que falou de forma sumária sobre o assunto, não precisou qual a produção interna de frango, mas, à semelhança do que o antigo titular da pasta da Agricultura, Afonso Pedro Canga, disse em 2016, o director nacional apelou ao aumento do investimento privado nesta vertente para se reduzir as importações de carne de frango.

A par da produção da carne de frango, o director nacional da Agricultura desafiou os empresários angolanos e italianos, num fórum sobre agro-negócios realizado hoje na Aipex, a investir na suinicultura, por oferecer grandes oportunidades de negócios e estar em expansão no país.

O fórum sobre Agro-negócios Angola-Itália foi promovido pela Agência de Investimento Privado e Promoção das Exportações (Aipex) em parceria com a Agência Italiana de Comércio (ITA).

Participaram do evento, várias empresas angolanas e sete italianas ligadas ao sector agrícola.

Assuntos Agricultura   Economia  

Leia também
  • 05/02/2019 19:14:15

    Angola quer ajuda francesa para edificar economia forte

    Luanda - O Executivo angolano está a contar com ajuda do Governo francês para a edificação no País de uma economia forte, menos dependente do petróleo, competitiva e capaz de gerar prosperidade.

  • 04/02/2019 12:48:02

    Luanda acolhe Fórum Empresarial França-Angola

    Luanda - Um Fórum Empresarial França-Angola, que contará com a participação de uma comitiva de representantes de grandes empresas francesas do Movimento de Empresários Francês (MEDEF), será realizado na próxima terça-feira (5), em Luanda.

  • 02/02/2019 12:56:57

    Huíla: Caluquembe necessita de mais 50 técnicos agrícolas

    Caluquembe - O município de Caluquembe, a cerca de 193 quilómetros a norte do Lubango, província da Huíla, precisa de pelo menos 50 técnicos agrícolas para dar resposta às 225 associações e 50 cooperativas de camponeses nas comunas da Sede, Calepi e N'gola, que compreendem a circunscrição.

  • 02/02/2019 10:08:20

    Huíla: Caluquembe colhe 15 toneladas de café arábico em 2018

    Caluquembe - Quinze toneladas de café arábico foram colhidas no ano agrícola de 2018 no município de Caluquembe, província da Huíla, registando um aumento de mais sete toneladas em relação a 2017, anunciou hoje (sábado) o director local da Agricultura, Pecuária e Pescas, Eliseu José.