Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

07 Dezembro de 2018 | 13h52 - Actualizado em 07 Dezembro de 2018 | 13h52

Estabelecimentos comerciais prontos para quadra festiva

Luanda - Os centros logísticos de vários estabelecimentos comerciais da província de Luanda têm produtos alimentares e outros bens de elevada procura, para assegurar a quadra festiva e o primeiro trimestre de 2019, anunciou hoje o ministro do Comércio, Jofre Van-Dúnem Júnior.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

“Não haverá falha no abastecimento da cesta básica para a quadra festiva e o primeiro trimestre de 2019, assim como combateremos a especulação de preços” no País, afirmou o governante no final de uma visita de constatação aos centros logísticos do Alimenta Angola, Max, Martal, Casa dos Frescos e Candando.

Acrescentou que o objectivo da visita era aferir se os centros logísticos destes estabelecimentos comerciais estão preparados para suportar procura da quadra festiva e com boas condições de armazenamento e garantem segurança alimentar.

Em relação à falta de fuba de milho em alguns estabelecimentos comerciais, disse que nesta semana será resolvida com importação deste produto, mas  que o incentivo à produção nacional constitui o maior desafio.

Por outro lado, Jofre Van-Dúnem disse que o País está a se preparar para aderir à Zona de Comércio Livre da SADC, prevista para Junho de 2019, tendo o sector elaborado um roteiro que será aprovado no próximo ano na reunião de ministros.

Os administradores para as áreas de logística dos vários estabelecimentos comercias, visitados pelo ministro, disseram ter os stoks suficientes para assegurar a quadra festiva e com preços competitivos.

A visita de constatação foi promovida pela Associação de Empresários de Comércio e Distribuição Moderna de Angola em parceria com o Governo.

Integraram a equipa, inspectores do Comércio, representantes do Instituto Nacional da defesa do Consumidor (Inadec), Laboratório Nacional, entre outros quadros do Ministério do Comércio.

Assuntos Comércio  

Leia também