Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

06 Dezembro de 2018 | 13h01 - Actualizado em 06 Dezembro de 2018 | 13h01

FIDA financia novos projectos agrícolas em Angola

Luanda - O Fundo Internacional para o Desenvolvimento Agrícola (FIDA) vai apoiar o Governo angolano na implementação do Projecto de Recuperação Agrícola (ARP), com um financiamento de 7,6 milhões de dólares norte-americanos, a ser executado em oito municípios das províncias de Benguela, Cunene e Huíla.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Encontro entre delegação da Agricultura e representantes do FIDA

Foto: Clemente dos Santos

Ministro da Agricultura (à dir) entrega estatueta ao Presidente do FIDA

Foto: Clemente dos Santos

A informação foi avançada hoje, em Luanda, durante um encontro entre o ministro da Agricultura e Florestas, Marcos Alexandre Nhunga, o presidente do FIDA, Gilbert Fossoun Houngbo, que está em Angola para avaliar o grau execução dos programas do sector financiados pelo fundo.

O Projecto de Recuperação Agrícola poderá beneficiar pelo menos oito mil famílias agrícolas.

Além deste projecto, o FIDA está apoiar o Projecto de Desenvolvimento da Agricultura Familiar (SAMAP), que está a ser implementado nas províncias do Cuanza Sul e Huíla, com um financiamento de 38,8 milhões de dólares, que beneficia 60 mil agricultores familiares.

Deste valor, USD 28,8 milhões financiado pelo fundo, 8,2 milhões de dólares do Governo angolano e 1,1 milhões de dólares da participação dos beneficiários.

Está também em fase muito avançada negociações o financiamento de novos projectos para a agricultura familiar, que se prevê uma participação financeira do FIDA, Banco Árabe para o Desenvolvimento Africano (BADEA) e a Cooperação Francesa.

Na ocasião, o ministro Marcos Alexandre Nhunga, disse que o Executivo tem a agricultura como o principal pilar para catapultar o desenvolvimento do país, daí a especial atenção e os investimentos feitos no sector, particularmente para a agricultura familiar.

Para o presidente do Fundo, Gilbert Fossoun Houngbo, é motivo de satisfação a forma como o Governo está engajado na implementação dos projectos, com vista a satisfação dos anseios das populações no âmbito do programa de luta contra a fome e a pobreza.

Com mais de 35 milhões de hectares de terras aráveis disponíveis, o sector agrícola preparou, para campanha agrícola 2018/2019, mais de cinco milhões de hectares em todo o país para o sector empresarial e familiar, com vista a produzir cereais, tubérculos, frutas, vegetais e oleaginosa, visando reduzir as importações.

A perspectiva é produzir mais de 21 milhões de toneladas de produtos agrícolas diversos, com destaque para cereais e tubérculos.

O FIDA é uma agência especializada das Nações Unidas criada em 30 de Novembro de 1977 e tem a função de uma instituição financeira, com o objectivo de contribuir para a erradicação da fome e da pobreza no mundo.          


 

Assuntos Agricultura  

Leia também
  • 06/12/2018 13:13:40

    Associações beneficiam de USD 3 milhões facilitados pela ADRA

    Luanda - Pelos menos 22 projectos, no valor global de três milhões de dólares, foram desenvolvidos em várias províncias do país em 2018, com a facilitação da Acção para o Desenvolvimento Rural e Ambiente (ADRA), disse nesta quinta-feira, em Luanda, a presidente do Conselho Directivo da Organização, MariaTeresa Victória.

  • 05/12/2018 19:36:24

    Camponeses de Catabola com mais de 200 toneladas de insumos

    Catabola - Os camponeses associados do município de Catabola, 52 quilómetros a Leste da cidade do Cuito (Bié), receberam hoje, 208 toneladas de insumos diversos, entregues pelo governador da província, Pereira Alfredo, no quadro da campanha agrícola 2018/2019.

  • 05/12/2018 18:46:16

    Técnicos aprimoram conhecimentos sobre semente de milho

    Lubango - Trinta especialistas em tratamento de sementes de milho, das províncias da Huíla, Namibe, Cunene, Benguela, Huambo, Bié e Malange participam desde hoje, no Lubango, num seminário de aprimoramento de conhecimentos sobre o manuseio, ensaios e produção de sementes do grão, uma iniciativa do Instituto Politécnico Independente da Huíla (ISPH).