Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

06 Dezembro de 2018 | 16h25 - Actualizado em 06 Dezembro de 2018 | 16h18

Moodys atribui nota B3 ao BFA

Luanda - O Banco BFA recebeu a 27 de Novembro da Moody's a nota B3 em moeda nacional, tornando-se na terceira instituição financeira angolana, depois do Banco BAI e do Banco Económico a receber a mesma classificação desta agência internacional de notação financeira.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

A agência atribuiu igualmente uma notação de Caa1 aos depósitos em moeda estrangeira. Ambas as notas são idênticas ao “tecto” da notação de Angola nessas componentes, igualmente B3 e Caa1.

A agência refere como pontos fortes do balanço do BFA, a capacidade resiliente de gerar rendimentos acima da média, com o rácio entre os resultados e os activos tangíveis bastante acima dos pares (4,8% em 2017, comparado com a média de 1,8% da banca angolana, e com a mediana de 1,1% dos restantes bancos com notação B3).

“Buffers” de capital robustos, o que, em conjunto com o ponto anterior providencia uma almofada significativa para suportar potenciais perdas em empréstimos.

Também contribuiu, segundo a avaliação da Moody’s, o rácio de TCE (tangible common equity) sobre os RWA (risk-weighted assets) – um rácio de solvabilidade1 – é de 18,8%, bastante acima da mediana dos outros bancos que é de 11,2%.

Um balanço alicerçado nos depósitos e com liquidez – a Moody’s enfatiza a resiliente almofada de liquidez em moeda estrangeira do BFA, com os activos líquidos em moeda estrangeira a representar 62% de todos os activos tangíveis em moeda estrangeira.

Uma postura prudente na estratégia de crescimentos dos activos, que resultou numa qualidade dos activos saudável, o que permite um rácio de crédito malparado bastante abaixo da média da banca angolana.

O Banco BFA conta com uma rede de balcões de mais de 190 agências em todo o país.

Assuntos Economia  

Leia também
  • 05/02/2019 19:14:15

    Angola quer ajuda francesa para edificar economia forte

    Luanda - O Executivo angolano está a contar com ajuda do Governo francês para a edificação no País de uma economia forte, menos dependente do petróleo, competitiva e capaz de gerar prosperidade.

  • 04/02/2019 12:48:02

    Luanda acolhe Fórum Empresarial França-Angola

    Luanda - Um Fórum Empresarial França-Angola, que contará com a participação de uma comitiva de representantes de grandes empresas francesas do Movimento de Empresários Francês (MEDEF), será realizado na próxima terça-feira (5), em Luanda.

  • 02/02/2019 07:25:27

    Metas do Prodesi passam por financiamento bancário

    Luanda - Os bancos comerciais terão papel fundamental, através da disponibilização do crédito, nos projectos do Programa de Apoio à produção, diversificação das exportações e substituição das importações "PRODESI", argumentaram economistas ouvidos pela Angop.

  • 02/02/2019 06:20:13

    Economistas consideram oportuna revisão do OGE/2019

    Luanda - O economista Lopes Paulo considerou nesta quinta-feira, em Luanda, um imperativo a revisão em baixa do Orçamento Geral do Estado (OGE/2019), com preço referência do barril de petróleo a situar-se entre 50 a 55 dólares.