Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

04 Dezembro de 2018 | 16h18 - Actualizado em 04 Dezembro de 2018 | 19h14

Protocolo de Cooperação fortalece gestão das finanças públicas

Luanda - Um protocolo que visa desenvolver acções conjuntas de auditoria e fiscalização interna no âmbito da contracção pública foi assinado nesta terça-feira, em Luanda, pelo inspector-geral da Administração Geral do Estado, Sebastião Gunza, e o ministro das Finanças, Archer Mangueira.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Ministério das Finanças e Administração Geral do Estado selam acordo

Foto: Angop

Após a assinatura, Archer Mangueira disse que o protocolo de entendimento vai permitir o combate à corrupção e todas as práticas que lesam os recursos do Estado e o fortalecimento da capacidade de controlo e gestão das finanças públicas.

Acrescentou que vai permitir a realização de acções de formação conjuntas e a devida certificação em matéria de auditoria e fiscalização interna no âmbito da Contratação Pública.

O protocolo prevê também a concertação de estratégias para a realização e divulgação de análises e estudos periódicos da evolução dos procedimentos de contratação pública, desencadeados nas empresas públicas, bem como o tratamento de dados estatísticos e a sua monitorização, tendo em vista a transparência, legalidade, eficiência e eficiência, segundo o titular das Finanças.  

Por sua vez, o inspector-geral da Administração Geral do Estado, Sebastião Gunza, disse que a parceria vai fortalecer o sistema de controlo interno do Estado e maior racionalização nos processos de inspecção, controlo e auditoria aos processos de constituição, modificação, suspensão e execução de contratos públicos nos termos da lei.

A administração pública assume o papel de ajustar e reforçar o controlo sobre a despesa pública no sentido de permitir a redistribuição equilibrada da riqueza nacional e a estabilidade do investimento público.

A Inspecção Geral da Administração do Estado (IGAE) é o órgão coordenador do sistema de controlo interno que auxilia o Titular do Poder Executivo na inspecção, auditoria, controle e fiscalização da actividade dos organismos e serviços da administração directa e indirecta do Estado, entre outras competências.

Ao Ministério das Finanças compete regular, supervisionar, fiscalizar, auditar, promover e informar o mercado da contratação pública, assim como apoiar o Executivo na definição e implementação de políticas e práticas relativas à formação e execução de contratos públicos. 

Assuntos Finanças  

Leia também
  • 02/02/2019 17:06:36

    Angola: Contabilistas públicos buscam transparência na execução do erário

    Luanda - A aplicação do quadro Normativo Contabilístico Internacional (IPSAS) no sector público em Angola, previsto até 2023, pode contribuir na melhoria da imagem da país no exterior e conquistar uma maior confiança dos investidores, disse este sábado, em Luanda, a especialista Ana Calado Pinto.

  • 02/02/2019 06:20:13

    Economistas consideram oportuna revisão do OGE/2019

    Luanda - O economista Lopes Paulo considerou nesta quinta-feira, em Luanda, um imperativo a revisão em baixa do Orçamento Geral do Estado (OGE/2019), com preço referência do barril de petróleo a situar-se entre 50 a 55 dólares.

  • 31/01/2019 16:28:12

    AGT arrecada AKz 4,7 mil milhões com IPU

    Luanda - A Administração Geral Tributária arrecadou quatro mil milhões, 764 milhões, 728 mil 999 kwanzas, com a cobrança, nos últimos 29 dias, da primeira prestação do Imposto Predial Urbano (IPU) sobre a Renda e Património, tendo um aumento na ordem dos 15%.

  • 22/01/2019 12:17:54

    BPC assina protocolo de antecipação de salários

    Lubango - O Banco de Poupança e Crédito (BPC) assinou hoje, no Lubango, um protocolo com várias instituições públicas, para que os funcionários destes organismos possam beneficiar do serviço "BPC salário antecipado protocolado".