Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

08 Março de 2018 | 12h41 - Actualizado em 09 Março de 2018 | 12h52

Benguela: Minério da RDC chega ao Porto do Lobito

Lobito - O primeiro comboio carregado de mil toneladas de manganês da região de Kisenge, província de Katanga, República Democrática do Congo, chegou nesta quarta-feira, ao terminal de contentor do Porto Comercial do Lobito, para depois seguir destino para os portos da China e Índia.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Comboio(arquivo)

Foto: Gaspar dos Santos

O comboio que saiu da estação ferroviária da fronteira entre o município do Luau, província do Moxico (Angola) e município do Dilolo, província de Katanga (RDC) às 17h:40 minutos de segunda-feira, percorreu 1.344 quilómetros até ao Porto do Lobito.  

Em declarações à Angop, o director do gabinete do Corredor do Lobito, Nelson Martins, destacou a importância do Caminho de Ferro de Benguela (CFB) na exportação e importação de produtos de países integrados na zona de livre  comércio, no âmbito da Comunidade de Desenvovimento da África Austral (SADC). 

Nelson Martins fez saber que os países como a Zâmbia e Congo, sem acesso ao mar, são os principais beneficiários do Caminho de Ferro de Benguela. 

 Referiu que, fazem parte do corredor do Lobito o aeroporto internacional da Catumbela, empresa de asfalto “Angobetume”, “Angoflex, CFB, Porto do Lobito, Refinaria entre outros. 

Por seu turno, o ministro dos transportes angolano, Augusto da Silva Tomás que testemunhou a chegada primeiro comboio com 25 vagões levando consigo 50 contentores de 20 pés com manganês, rigozirou-se por se retomar o tráfego internacional do CFB. 

A reabertura do tráfego internacional entre o Caminho de Ferro de Benguela (CFB) e a Sociedade Nacional dos Caminhos de Ferro do Congo(SNCC) foi orientada pelo ministro dos transportes, Augusto da Silva Tomás e o primeiro vice ministros dos transportes da RDC, José Makila Samanda.

A cerimónia de recepção no terminal de contentores do Porto do Lobito foi também testemunhada pelo governador de Benguela, Rui Falcão, os presidentes dos Conselhos de Administração do CFB e Porto do Lobito, Agostinho Estevão Felizardo e Luís Teixeira, respectivamente, entidades eclesiásticas e convidados.

Leia também
  • 07/03/2018 15:39:27

    Banca vai continuar apoiar empreendedores

    Benguela - A banca angolana vai continuar a conceder créditos de quatro a dez milhões de kwanzas, ao abrigo dos programas do Executivo direccionados ao jovem empreendedor, afirmou hoje o director do Instituto das Pequenas e Médias Empresas (INAPEM) em Benguela, Lino Kasevela Joaquim.

  • 06/03/2018 19:11:11

    Inquérito contempla 720 agregados familiares

    Benguela - Setecentos e 20 agregados familiares começaram a ser inquiridos nesta segunda-feira, na província de Benguela, confirmou nesta terça-feira, o chefe dos Serviços Provinciais de Estatística, José Maria Martins.

  • 02/03/2018 15:37:42

    CFB transporta mil toneladas de manganês do Katanga, 30 anos depois

    Lobito - Trinta anos depois de paralisada a circulação ferroviária entre Angola e RDC, os Caminhos-de-Ferro de Benguela (CFB) vão transportar na próxima segunda-feira (5), a partir do Luau, mil toneladas de concentrado de manganês explorado nas minas de Kisenge, província do Katanga, para exportação.