Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

07 Março de 2018 | 17h43 - Actualizado em 07 Março de 2018 | 17h34

Desenvolvimento exige formação de recursos humanos

Lubango - O ministro de Estado do Desenvolvimento Económico e Social, Manuel Nunes Júnior, afirmou hoje, na província da Huíla, ser fundamental o país apostar no investimento do capital humano, para assegurar o crescimento e desenvolvimento económico e social.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Ministro de Estado do Desenvolvimento Económico e Social, Manuel Nunes Júnior (arquivo)

Foto: Rosário dos Santos

Ao discursar na abertura oficial do ciclo formativo de 2018, do Sistema Nacional de Formação Profissional, o governante sublinhou que apenas a promoção de uma cultura científica e tecnológica garante um desenvolvimento sustentado das potencialidades do país e reduz a dependência do exterior.

Segundo o ministro, é fundamental que o país conte com um sistema de formação profissional adequadamente estruturado e organizado, com formadores qualificados, para assegurar a qualidade do subsistema de formação profissional, de modo a contribuir para o aumento dos níveis de empregabilidade, dos rendimentos familiares e sobretudoda produtividade das empresas do país.

Manuel Nunes Júnior entende que a formação profissional deve atender os anseios dos jovens e ser dirigida prioritariamente ao sector primário da economia, tendo em conta que o país dispõe de grande extensão de terras aráveis, recursos hídricos e minerais.

“Temos de continuar a alargar o âmbito da formação profissional no domínio das artes e ofícios aos grupos mais vulneráveis, sobretudo aos cidadãos que não tiveram oportunidade de frequentar em tempo oportuno e ensino geral e aqueles que encontram dificuldades em desenvolver actividades geradores de rendimento”, disse.

O ministro informou que, neste ciclo formativo de 2018, estão matriculados 25 mil e 287 estudantes em 142 especialidades que compõem a grelha de cursos do Sistema Nacional de Formação Profissional, que integra mil e 239 formados que vão leccionar em 142 centros tutelados pelo Instituto Nacional de Emprego e Formação Profissional. Já os centros privados tem inscritos 55 mil formandos.

Considerou que o número de estudantes inscritos ainda é insuficiente para as necessidades do país, daí ter reafirmado o compromisso de trabalhar arduamente para aumentar a oferta dos centros públicos, como também fazer parcerias com as instituições privadas, no sentido de partilhar os equipamentos destinados à formação.

“Porque o que se observa é que a oferta de cursos pelo privado está mais confinada a cursos pouco ligados às tecnologias, porque, desde o alcance da paz em 2002, muito foi feito no domínio da formação profissional, sobretudo, no que diz respeito a extensão de cursos formativos a nível dos municípios através das infraestruturas fixas e unidades móveis”, considerou.

A cerimónia foi testemunhada pelo governador provincial da Huila, João Marcelino Tyipinge e pelo ministro da Administração Pública, Trabalho e Segurança Socila (Maptss), Jesus Maiato, membros do governo, autoridades tradicionais e convidados.

Leia também
  • 09/03/2018 18:00:51

    Huíla e Namibe querem evitar transporte de granito e combustíveis por estrada

    Lubango - Os governos da Huíla e do Namibe reuniram-se nesta sexta-feira, na cidade do Lubango, com objectivo de traçar estratégias, para evitar que o transporte de blocos de granito e mármore (40 toneladas cada), assim como combustíveis, continue a ser feito, maioritariamente por camiões, acelerando a danificação das vias.

  • 09/03/2018 06:46:26

    Ministro identifica empresas que não pagam Segurança Social

    Lubango - O ministro da Administração Pública,Trabalho e Segurança Social (Maptss), Jesus Maiato, denunciou, nesta quarta-feira, no Lubango, província da Huíla, que das 120 mil empresas inscritas, mais de 12 mil não cumprem com as obrigações de pagamento de contribuições fiscais do Instituto Nacional de Segurança Social, mas serão responsabilizados criminalmente.

  • 08/03/2018 14:56:05

    Huíla: Jovens empreendedores beneficiam de micro crédito no Lubango

    Lubango - Vinte jovens formados em 2017 no Centro Local de Empreendedorismo e Serviços de Emprego (Clese), afecto à direcção da Administração Pública, Trabalho e Segurança Social beneficiaram, nesta quarta-feira, no Lubango, de um micro-crédito equivalente a 20 mil dólares norte-americanos.

  • 08/03/2018 13:15:07

    Huíla: Instituto de Segurança Social com nova estrutura

    Lubango - O município do Lubango conta a partir desta quarta-feira com uma nova infra-estrutura do Instituto Nacional de Segurança Social (INSS), inaugurada pelo ministro de Estado do Desenvolvimento Económico e Social, Manuel José Nunes Júnior.