Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

08 Junho de 2018 | 17h44 - Actualizado em 08 Junho de 2018 | 17h43

Administração de Mbanza Kongo constrói mercados comunitários

Mbanza Kongo - Três mercados comunitários com capacidade de acolher 100 vendedores cada, estarão à disposição dos moradores dos bairros 11 de Novembro e Martins Kidito, periferia da cidade de Mbanza Kongo, província do Zaire, a partir do próximo mês de Julho.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Zaire: Mercado (Arquivo)

Foto: Pedro Moniz Vidal

A garantia foi dada nesta sexta-feira, pelo responsável da empresa IVER encarregue pela edificação destes espaços comerciais, Madaleno Camangando, em declarações à imprensa, no âmbito da visita de constatação das obras pelo governador do Zaire, José Joanes André.

Explicou que os trabalhos iniciaram em Março deste ano e decorrem sem sobressaltos, frisando que o custo das três infra-estruturas varia entre 20 e 30 milhões de Kwanzas.

O administrador municipal adjunto de Mbanza Kongo para a área técnica e administrativa, Vladimir Brito Salamanca, que acompanhou a visita, explicou que estes mercados comunitários surgem para se acabar com a venda desordenada ou em locais impróprios que se assiste actualmente.

“Pretendemos, com estes mercados, controlar e acomodar os vendedores ambulantes que exercem ilegalmente a actividade nas bermas das principais artérias da cidade e que têm contribuído na degradação dos espaços públicos e consequente deterioração do sistema de saneamento básico”, esclareceu.

Segundo o responsável, a medida visa também responder às reclamações dos munícipes, sobre os transtornos da distância que separa o mercado municipal da Bela Vista dos locais de residência.

Avançou que está prevista a edificação de outros mercados nos restantes bairros da cidade, pelo facto de a capacidade prevista, nos três em construção estar aquém do número de vendedores ambulantes já cadastrados pela administração municipal.

Enquanto isso, Pedro Sozinho, morador do bairro 11 de Novembro, queixou-se da falta de espaços para o parqueamento de viaturas, nos mercados comunitários em construção, frisando também não concordar com o posicionamento das latrinas públicas correspondentes.

Mfumua Nsada, também morador, aplaudiu a iniciativa da administração, mais manifestou-se preocupado com o fraco sistema de recolha de lixo previsto, para quem os mercados devem possuir um mecanismo autónomo por serem potenciais produtores de resíduos sólidos.

Em resposta, o administrador adjunto tranquilizou os munícipes, esclarecendo que os mercados comunitários são espaços de menor dimensão preparados para atender os moradores do bairro, daí dispensarem de áreas para o parqueamento de viaturas.

Quanto à recolha e tratamento de resíduos sólidos, nestes recintos, o responsável disse estarem já preparadas equipas para o efeito.

O governador provincial visitou também as obras de construção do supermercado da rede Shoprite, no bairro 11 de Novembro, periferia da cidade de Mbanza Kongo.

 

Leia também
  • 05/02/2019 10:48:40

    Cuimba ganha primeira agência bancária

    Mbanza Kongo - A vila do Cuimba, situada a 62 quilómetros a Nordeste da cidade de Mbanza Kongo, conta, desde segunda-feira, com uma dependência do Banco de Poupança e Crédito (BPC), a primeira a abrir as portas naquela localidade, desde 1975.

  • 02/02/2019 19:13:44

    China promete mais investimentos nos sectores da agricultura e indústria

    Soyo - O embaixador da China em Angola, Cui Aimin, reiterou sexta-feira, na cidade do Soyo, província do Zaire, o apoio do seu país no desenvolvimento dos sectores da agricultura e indústria.

  • 26/01/2019 14:34:52

    Apreendidos USD 90 mil no posto fronteiriço do Luvo

    Mbanza Kongo - Noventa mil dólares norte americanos que estavam a ser transportados para a República Democrática do Congo (RDC) foram apreendidos sexta-feira, na comuna fronteiriça do Luvo, município de Mbanza Kongo, província do Zaire.

  • 22/01/2019 17:39:13

    IDF arrecada mais de um milhão de Kwanzas

    Mbanza Kongo - Um milhão e quatrocentos e sessenta mil e 980 Kwanzas é o valor arrecadado de Janeiro a Dezembro do ano transacto, pelo Departamento do Instituto de Desenvolvimento Florestal (IDF) na província do Zaire, informou nesta terça-feira, em Mbanza Kongo, o seu responsável, João Domingos.