Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

13 Junho de 2018 | 18h46 - Actualizado em 13 Junho de 2018 | 18h46

Refinaria do Lobito tem consórcio de accionistas até Agosto

Luanda - O consórcio de accionistas da refinaria do Lobito estará constituído até final de Agosto próximo, caso se cumpra o cronograma de acções estabelecido pela Sonangol, declarou hoje o presidente da petrolífera estatal, Carlos Saturnino.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Presidente do Conselho de Administração da Sonangol, Carlos Saturnino

Foto: Pedro Parente

Apesar de ser um trabalho complexo, informou que o processo da refinaria do Lobito vai em alta velocidade e há muitas entidades com quem trabalhar, mas em princípio estão a tentar cumprir o calendário que foi feito para até final de Agosto de 2018.

Carlos Saturnino que respondia a jornalistas, após assinatura de um acordo entre a Sonangol e a sua congénere italiana ENI Angola, sobre a situação da refinaria do Lobito, retorquiu ao dizer “o projecto está de pé e foi relançado em Dezembro de 2017”.

 Explicou que o processo para constituição de accionistas da refinaria do Lobito começou a partir de final do ano transacto, quando lançaram o apelo a candidatos interessados e receberam um total de 64 propostas de empresas.

Até 10 de Fevereiro, data de apresentação de propostas, recepcionaram apenas 28 de diferentes entidades, sendo que 16 concorriam para a refinaria do Lobito, sete para Cabinda e outras sem especificar.

Das 16 últimas propostas seleccionadas na primeira fase, ficaram apenas sete, que seguiram para a segunda fase. Nesta altura, as firmas escolhidas estão a analisar e a trabalhar com a Sonangol para concluir um acordo de confidencialidade até dia 14 de Junho 2018.

Ainda assim, a empresas serão a avaliadas em outros itens como credibilidade, capacidade financeira, técnica e se não tem impedimentos de serem associadas da Sonangol.

Assuntos Economia   Refinaria  

Leia também
  • 08/11/2018 16:55:53

    Moxico acena para investidor sul africano

    Luena - O governador provincial do Moxico, Gonçalves Muandumba convidou nesta quarta - feira, no Luena, os empresários sul africanos a investirem em diversas áreas desta região, para contribuir no seu desenvolvimento sócio económico.

  • 05/11/2018 19:15:13

    Autoridades encerram mina ilegal de diamantes

    Cangamba - Uma mina de diamantes explorada de forma ilegal no rio Cussive, comuna do Muié, município dos Luchazes, foi encerrada hoje pelas autoridades governamentais da província do Moxico, no âmbito da " Operação "Transparência" em curso no país.

  • 05/11/2018 19:01:08

    Empresas aliciam sobas para permitir exploração ilegal de madeira

    Uíge - O administrador municipal em exercício de Ambuila, Geraldo Domingos Dendo, denunciou hoje a existência de empresas que aliciam as autoridades tradicionais fazendo falsas promessas para permitir a exploração ilegal de madeira na localidade.

  • 05/11/2018 12:48:21

    Camponeses de Nacatenga recebem inputs agrícolas

    Saurimo - Vários "inputs agrícolas" e sementes, como sementes de milho, adubos, enxadas, catanas e outros meios, foram entregues domingo, na aldeia do Nacatenga, 20 quilómetros da comuna do Muriege, município do Muconda (Lunda Sul), com vista a aumentar a produção.