Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

12 Julho de 2018 | 10h56 - Actualizado em 12 Julho de 2018 | 10h56

Diplomata destaca papel de Macau nas relações entre Angola e China

Luanda - O embaixador de Angola na China, João Salvador dos Santos, destacou o papel que a Região Administrativa Especial de Macau está a desempenhar no fortalecimento e desenvolvimento da cooperação económica entre Angola e o gigante asiático.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

O diplomata angolano manteve recentemente encontros em separado com o Chefe do Executivo da Região Administrativa Especial de Macau e com os membros do Secretariado Permanente do Fórum Macau.

O embaixador angolano foi acreditado como representante de Angola na China a 20 de Junho último.

Além da dimensão económica, de acordo com uma nota de imprensa da embaixada angolana chegada hoje à Angop, o diplomata manifestou o interesse de Angola em reforçar a cooperação nos domínios da educação e cultura.

O diplomata recebeu explicações do secretariado permanente do Fórum Macau sobre  o ponto de situação das actividades do 15.º aniversário do estabelecimento do Fórum de Macau, promoção de comércio e investimento, cooperação da capacidade produtiva, cooperação entre as províncias e municípios e formação de recursos humanos, entre outras.

A secretária-geral do Fórum, Xu Yingzhen, apontou ainda o progresso de construção da plataforma de serviço comercial entre a China a os Países de Língua Portuguesa em Macau, especialmente, nas vertentes de importação dos produtos dos Países de Língua Portuguesa, intercâmbio e inovação e de empreendedorismo entre jovens da China e dos Países de Língua Portuguesa.

A responsável sublinhou ainda a importância de Angola para o Fórum de Macau, esperando que Angola participe mais activamente nos assuntos e actividades do Fórum de Macau, aproveitando melhor a plataforma de Macau, promovendo o intercâmbio e a cooperação na economia, no comércio e na cultura entre o Interior da China, Macau e Angola.

Na ocasião, o embaixador João Salvador dos Santos sublinhou que Angola presta uma grande atenção ao Fórum de Macau e ao papel de Macau como plataforma, tendo por isso interesse de estreitar mais a relação, os laços de cooperação e de apoio ao trabalho do Fórum de Macau.

“Angola entra actualmente numa nova fase do desenvolvimento económico e pretende com esforço orientar-se no sentido da diversificação económica. A esse título foram promulgadas a nova “Lei do Investimento” e a “Lei da Concorrência”, pontualizou.

Reiterou que as empresas chinesas são bem-vindas para estreitar cooperação com Angola nas áreas de agricultura, pesca, mineração, indústria e turismo. Com aproveitamento do mecanismo multilateral do Fórum de Macau e a plataforma de Macau, pretende-se promover ainda mais a cooperação entre Angola, China e os Países membros do Fórum de Macau.

O forum de Macau celebra em Outubro próximo, o seu 15º aniversário, estando em curso um estudo de avaliação do desempenho e perspectivas para o organismo, envolvendo o governo chines e os dos países de língua portuguesa, que tem vindo a ser consultados por uma equipa de peritos.

Assuntos Cooperação   Diplomacia  

Leia também