Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

13 Julho de 2018 | 07h22 - Actualizado em 13 Julho de 2018 | 07h22

FILDA/2018: Quarto dia reservado à indústria e aos petróleos

Luanda - Uma conferência sobre o sistema financeiro nacional e o seu papel no fomento empresarial, no contexto da diversificação da economia, vai dominar o quarto e penúltimo dia da 34ª edição da Feira Internacional de Luanda (FILDA/2018), dedicado à indústria e ao sector dos petróleos.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

FILDA 2018

Foto: Gaspar dos Santos

FILDA 2018: Visitantes a filda

Foto: Gaspar dos Santos

Serão ainda abordados temas como "O papel dos institutos do Ministério da Indústria (IDIA e Ianorq)” e “Os desafios do Fomento empresarial no contexto da diversificação da economia ".  

À semelhança dos primeiros dias, na quinta-feira, os expositores, além de apresentarem os seus produtos e serviços, participaram nas conferências em que foram abordadas as linhas gerais da promoção e captação de investimento privado, procedimentos do processo de investimento privado, parcerias público privadas e potencial da sociedade de Desenvolvimento do pólo agro-industrial de Capanda.  

A 34ª edição, que decorre nas instalações da Zona Económica Especial Luanda Bengo (ZEELB), conta com 372 expositores de 15 países, um aumento de 125 expositores em relação a 2017.

Na exposição participam empresas de Angola (país anfitrião), África do Sul, Espanha, Estados Unidos da América, Gana, Holanda, Índia, Itália, Macau, Portugal, reino Unido, Rússia e Suécia. Fazem ainda parte Turquia, Uruguai, Japão e Moçambique que estão a expor numa área aproximada de três hectares.

Rússia e o Gana são os estreantes, enquanto o Brasil, tradicional participante, é o grande ausente desta edição, que decorre sob lema “Diversificar a Economia, Desenvolver o Sector Privado”.

Portugal continua a ser o maior expositor estrangeiro de sempre e desta vez vem com 25, contra 16 de 2017, mantendo deste modo a tradição.

A feira é uma promoção do Ministério da Economia, em parceria com a empresa Eventos Arena. Nela estão patentes produtos e serviços de vários sectores como do ambiente, energia e petróleos, agricultura, pecuária, bebidas, banca e seguros, comércio geral, turismo, hotelaria e construção.

Assuntos Feira  

Leia também
  • 13/07/2018 16:51:58

    FILDA/2018: Empresas investem AKz 217 biliões na Sodepac

    Luanda - Duzentos e 17 biliões, 783 milhões e 822 mil kwanzas foram investidos, de 2015 até ao primeiro semestre deste ano, pelas 36 empresas que operam no Pólo da Sociedade de Desenvolvimento do Pólo Agroindustrial de Capanda (Sodepac), em Malanje.

  • 13/07/2018 15:27:14

    FILDA/2018: Licitação de novas concessões petrolíferas à vista

    Luanda - O sector dos petróleos lançará, em breve, uma campanha de licitação de novas concessões petrolíferas, anunciou hoje, em Luanda, o secretário de Estado da Geologia e Minas, Janeo Correa Victor.

  • 13/07/2018 12:33:26

    FILDA/2018: Itália aposta na promoção de parcerias empresariais

    Luanda - A Itália está a participar na Feira Internacional de Luanda (FILDA/2018), para promover parcerias empresariais entre angolanos e italianos, de modo a contribuir no processo de diversificação da economia e na geração de mais postos de trabalho.

  • 13/07/2018 08:50:54

    FILDA/2018: Produção interna em evidência na feira

    Luanda - A Feira Internacional de Luanda (FILDA/2018) está a permitir aos empresários nacionais mostrar aquilo que o país já pode produzir internamente, pelo facto exporem nesta 34ª edição produtos e serviços com elevada qualidade, afirmou nesta quinta-feira o secretário de Estado do Comércio, Amadeu Nunes.