Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

12 Julho de 2018 | 13h08 - Actualizado em 12 Julho de 2018 | 13h08

Refriango entre empresas pioneiras em África

Luanda - A empresa angolana Refriango consta de um grupo de 75 empresas africanas e igual número de multinacionais, identificadas pela Boston Consulting Group (BCG), que está a vencer barreiras geográficas, geopolíticas, de mobilidade e de infra-estrutura, com vista a impulsionar a integração económica do continente.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Refriango torna-se numa das referências do continente

Foto: Gaspar dos Santos

Um relatório da BCG intitulado“ Pioneirismo Africano: Empresas abrem caminho pelo continente", a que a Angop teve hoje acesso, refere que  a  Refriango   foi considerada umas das  150 empresas pioneiras em África, imprimindo a sua pegada no país, com investimentos na criação de estruturas de raiz, na construção de marcas fortes, com um forte investimento em talentos locais, e no desenvolvimento de competências e habilidades dos seus colaboradores.

A Refriango, uma empresa angolana de bebidas, em actividade desde 2005, está num grupo integrado por 75 empresas  africanas  que constroem  verdadeiros ecossistemas locais o que permite à organização, aos colaboradores, aos  parceiros e aos clientes,  uma verdadeira integração e conexão com África, facilitando o movimento de pessoas, bens, dados e informações.

Além  destas  características, estes pioneiros  africanos expandem activamente a sua pegada em vários países africanos, atrevem-se a fazer investimentos significativos em “greenfields”, usam as fusões e aquisições para acelerar a sua expansão,  constroem fortes marcas africanas, inovam localmente para se adaptarem ao consumidor africano, investem em talentos locais e desenvolvem uma vantagem pessoal e conectam África facilitando o movimento de pessoas, bens, dados e informações.

Entre 2006/2007 e 2015/2016,  a média anual de investimento directo estrangeiro africano - dinheiro que as empresas africanas investiram nos países africanos - quase triplicou, de 3,7 mil milhões para 10 mil milhões de US dólares.  

No mesmo período, o número médio de transacções intra-regionais de fusões e aquisições passou de 238 para 418, com transacções lideradas por africanos, representando mais de metade de todas as transacções africanas, em 2015.

Enquanto isso, as exportações anuais intra-africanas aumentaram de 41 mil milhões para 65 mil milhões US dólares, e o número médio anual de turistas africanos (africanos que viajam em África) subiu de 19 milhões para 30 milhões e em 2015/2016 os turistas africanos compunham mais da metade de todos os turistas no continente

Segundo ainda o relatório, mais de 80 empresas, das quais 45 são  africanas, têm uma grande presença africana,  definida  geralmente  como tendo operações  em pelo menos dez países.  Nove pioneiros africanos  e 11 multinacionais  estão a fazer investimentos  significativos em novas instalações de produção, ou outras infra-estruturas de negócios, e estão a obter um retorno efectivo de investimento.

A Refriango é uma empresa especializada na produção e distribuição de refrigerantes sumos, águas, bebidas energéticas e bebidas alcoólicas.

Posicionada no top de empresas angolanas e uma das maiores referências do continente africano, a Refriango é detentora de um portfólio de 15 marcas, algumas das quais líderes de mercado nos segmentos em que actuam, sendo que o refrigerante Blue, a água Pura, os sumos Nutry e Tutti, e a água tónica Welwitschia são top de vendas nas suas categorias.

A Refriango detém uma das maiores unidades industriais do continente africano, com 42 hectares, 3800 trabalhadores, e tecnologia de ponta ao nível das melhores fábricas mundiais de bebidas.

Líder no mercado de bebidas em Angola, a Refriango tem uma capacidade de produção de 1,9 mil milhões de litros/ano e detém 24 linhas de enchimento para todos os tipos de embalagem que respondem a mais de 150 produtos.

A Boston Consulting Group (BCG) é uma empresa global de consultoria em gestão e o principal consultor mundial em estratégia de negócios. Cria parcerias com clientes dos sectores privado, público e sem fins lucrativos, em todas as regiões, para identificar as suas oportunidades de maior valor, aborda os seus desafios mais críticos e transforma os seus empreendimentos.

Assuntos Economia   Industrias  

Leia também
  • 05/02/2019 19:14:15

    Angola quer ajuda francesa para edificar economia forte

    Luanda - O Executivo angolano está a contar com ajuda do Governo francês para a edificação no País de uma economia forte, menos dependente do petróleo, competitiva e capaz de gerar prosperidade.

  • 04/02/2019 12:48:02

    Luanda acolhe Fórum Empresarial França-Angola

    Luanda - Um Fórum Empresarial França-Angola, que contará com a participação de uma comitiva de representantes de grandes empresas francesas do Movimento de Empresários Francês (MEDEF), será realizado na próxima terça-feira (5), em Luanda.

  • 02/02/2019 07:25:27

    Metas do Prodesi passam por financiamento bancário

    Luanda - Os bancos comerciais terão papel fundamental, através da disponibilização do crédito, nos projectos do Programa de Apoio à produção, diversificação das exportações e substituição das importações "PRODESI", argumentaram economistas ouvidos pela Angop.

  • 02/02/2019 06:20:13

    Economistas consideram oportuna revisão do OGE/2019

    Luanda - O economista Lopes Paulo considerou nesta quinta-feira, em Luanda, um imperativo a revisão em baixa do Orçamento Geral do Estado (OGE/2019), com preço referência do barril de petróleo a situar-se entre 50 a 55 dólares.