Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

10 Agosto de 2018 | 16h34 - Actualizado em 10 Agosto de 2018 | 16h34

MINAGRIF coloca região leste no topo de prioridades

Luena - O Ministério da Agricultura e Florestas (MINAGRIF) vai colocar a região leste do país no topo das prioridades para o aumento da produção interna, de forma a substituir as importações, disse nesta quinta - feira, no Luena, o titular da pasta, Marcos Nhunga.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Moxico: Ministro da Agricultura e Florestas, Marcos Alexandre Nhunga

Foto: Kinda kyungu

O governante que fez este pronunciamento no acto de encerramento do Iº Conselho Consultivo da Agricultura e Florestas, justificou que o sector elegeu esta região num momento em que o tema relacionado com o aumento da produção interna, substituição das importações e diversificação das exportações assume uma relevância estratégica.

O ministro reconheceu que a região oferece imensas potencialidades naturais, factor que pode vir a desempenhar um papel importante no aumento da produção agro - pecuária e florestal do país.

Quanto ao novo ano florestal, que será aberto na próxima semana, na província do Bengo, exigiu a observância rigorosa dos aspectos ligados a aplicação dos preços mínimos de referência, relativo a exportação de madeira, assim como a obrigatoriedade do cumprimento de passagem das madeiras que serão cortadas a nível dos interpostos.

Insistiu que o cumprimento dessas medidas vão permitir a mitigação da situação, menos boa, que o país viveu nos últimos três anos, relativamente a exploração florestal.

Marcos Nhunga reforçou a recomendação feita pelo conselho consultivo sobre a necessidade da implementação de subsídio aos combustíveis na actividade agrícola, para permitir a diminuição da estrutura de custos na produção.

Com duração de dois dias, o encontro realizado sob o lema” Desenvolvimento da Agricultura como Base da Diversificação Económica do País”, balanceou as actividades do ano agrícola 2017/18, abordou vários temas, bem como discutiu os principais problemas que afectam o sector.

Leia também
  • 05/02/2019 19:14:15

    Angola quer ajuda francesa para edificar economia forte

    Luanda - O Executivo angolano está a contar com ajuda do Governo francês para a edificação no País de uma economia forte, menos dependente do petróleo, competitiva e capaz de gerar prosperidade.

  • 04/02/2019 12:48:02

    Luanda acolhe Fórum Empresarial França-Angola

    Luanda - Um Fórum Empresarial França-Angola, que contará com a participação de uma comitiva de representantes de grandes empresas francesas do Movimento de Empresários Francês (MEDEF), será realizado na próxima terça-feira (5), em Luanda.

  • 02/02/2019 07:25:27

    Metas do Prodesi passam por financiamento bancário

    Luanda - Os bancos comerciais terão papel fundamental, através da disponibilização do crédito, nos projectos do Programa de Apoio à produção, diversificação das exportações e substituição das importações "PRODESI", argumentaram economistas ouvidos pela Angop.

  • 02/02/2019 06:20:13

    Economistas consideram oportuna revisão do OGE/2019

    Luanda - O economista Lopes Paulo considerou nesta quinta-feira, em Luanda, um imperativo a revisão em baixa do Orçamento Geral do Estado (OGE/2019), com preço referência do barril de petróleo a situar-se entre 50 a 55 dólares.