Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

23 Agosto de 2018 | 18h42 - Actualizado em 23 Agosto de 2018 | 18h42

Empresários devem encarar zonas de comércio livre com criatividade

Malanje - A adesão de Angola às zonas de comércio livre da SADC e continental, nos próximos anos, constitui oportunidade para melhorar e aumentar o volume de negócios, implicando por isso, mais criatividade dos empresários nacionais, segundo o ministro do Comércio, Jofre Van-dúnem.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Ao falar à margem de um encontro com os empresários locais, que visou auscultá-los e traçar estratégias de concertação, o ministro sublinhou ser importante os empresários nacionais estarem suficientemente formados, com vista a ombrear com os investidores de outros países que já integram as referidas zonas.

Disse haver garantias do Executivo angolano de protecção do empresariado nacional, para o estabelecimento de um ambiente de negócio competitivo, pelo que os investidores “não devem ter medo da adesão às zonas de comércio livre da SADC e continental”, tendo em conta as vantagens traz para a diversificação e alavanca da economia do País.

 

Por outro lado, o ministro referiu que o sector privado deve trabalhar com o governo e comprometer-se com a resolução dos problemas da população.

Além do encontro com os empresários, o ministro do Comércio procedeu à inauguração do sistema de emissão local do alvará comercial.

 

Leia também
  • 23/08/2018 18:37:22

    Huíla sem condições para implementar IVA em 2019 - (AAPCIL)

    Lubango - A província da Huíla ainda não tem todas as condições criadas implementar o Imposto do Valor Acrescentado (IVA) já em 2019, considerou hoje, no Lubango, o presidente da Associação Agro-pecuária, Comercial e Industrial (AAPCIL) da Huíla, Paulo Gaspar.

  • 23/08/2018 18:18:49

    Desagravamento de taxas de bens produzidos no País afectará economia

    Lubango - O desagravamento das taxas de importação de alguns bens em que o País dispõe uma produção e oferta significativa, com realce para o milho, poderá inibir a classe empresarial huilana a continuar a produzir.

  • 23/08/2018 16:30:40

    Pauta Aduaneira incentiva produção Nacional

    Uíge - A nova pauta aduaneira constitui um instrumento de política fiscal com qual o Executivo vai incentivar e proteger o sector produtivo Nacional, afirmou hoje na cidade do Uíge o chefe do departamento provincial das finanças no Uíge, Matumona Lukoki.